Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Supremo nega recurso a João Rendeiro e confirma pena de prisão efetiva
21/01/2021 20:57



No acórdão do STJ a que a Lusa teve acesso, os juízes conselheiros decidiram "conhecer" do recurso apresentado por João Rendeiro "apenas relativamente à determinação da pena única resultante do cúmulo jurídico das penas parcelares aplicadas, negando provimento ao mesmo" e confirmando o acórdão do Tribunal da Relação "rejeitando-se o recurso do mesmo, porque inadmissível, no que às demais questões por ele suscitadas diz respeito".

Recorde-se que no ano passado, o Tribunal da Relação tinha rejeitado um recurso apresentado por João Rendeiro tendo-lhe agravado a pena aplicada pelo tribunal de primeira instância em oito meses e passando-a de suspensa a efetiva.

O mesmo acórdão do STJ recusou também o recurso apresentado pelo ex-administrador do Banco Privado Português (BPP) Paulo Guichard por "ser quanto a ele irrecorrível a decisão proferida pelo Tribunal da Relação".

Também Paulo Guichard tinha visto o Tribunal da Relação negar-lhe os recursos da decisão condenatória de primeira instância e agravar-lhe em mais cinco meses, passando-a para quatro anos e oito meses de prisão efetiva.

Paulo Guichard foi também condenado por falsidade informática e falsificação de documentos, crimes praticados em coautoria.

Neste processo foram ainda condenados os ex-administradores do BPP Salvador Fezas Vital e Paulo Lopes, pelos mesmos crimes a, respetivamente, três anos e seis meses de prisão (com pena suspensa se pagar 15 mil euros à associação Cais) e a um ano e nove meses de prisão com pena suspensa.

Estes dois ex-administradores não apresentaram recurso para o Supremo Tribunal de Justiça.

O processo estava relacionado com a adulteração da contabilidade do BPP, envolvendo uma verba a rondar os 40 milhões de euros, e o tribunal de primeira instância considerou que os arguidos agiram com dolo direto e que João Rendeiro, Paulo Guichard e Fezas Vital tinham perfeito conhecimento da ocultação de dados ao Banco de Portugal.

O colapso do BPP, banco vocacionado para a gestão de fortunas, verificou-se em 2010, já depois do caso BPN e antecedendo outros escândalos na banca portuguesa.

Agenda cultural: Fim-de-semana para ler o mundo de outras maneiras
06/03/2021 18:00

Nicolás Maduro e a mulher receberam primeira dose da vacina russa Sputnik V
06/03/2021 17:42

Startup capta 200 milhões e avança na corrida dos táxis aéreos elétricos
06/03/2021 17:00

Portugal regista 26 mortes por covid, o mais baixo número desde outubro
06/03/2021 15:20

Mapa: Quanto vale o metro quadrado das casas no seu concelho
06/03/2021 15:00

Iniciativa Liberal rejeita coligação de Moedas e apresenta Quintas a Lisboa
06/03/2021 14:00

Covid-19: Teste negativo e quarentena obrigatórios para passageiros vindos do Brasil e Reino Unido
06/03/2021 13:49

Novo aeroporto: Governo avança sem concurso e sem lugar a indemnização
06/03/2021 13:10

Novo Banco vende carteira de malparado a fundo norte-americano por 216 milhões
06/03/2021 12:30

Covid-19: Presidente do Moreirense reinfetado quatro meses depois
06/03/2021 12:13

Estádio do Estrela a preço de saldo após ter falido há 12 anos com dívidas de 37 milhões
06/03/2021 11:42

Cavaco alerta para "democracia amordaçada" e aponta "vergonha" com números da pandemia
06/03/2021 11:22

Senado dos EUA retoma aprovação de pacote de estímulos económicos após 12 horas de impasse
06/03/2021 10:24

Estado arrisca pagar indemnização de 10 mil milhões se descartar Montijo
06/03/2021 10:10

Avaliação bancária das casas em janeiro de 2021
06/03/2021 10:00

CEO da Boeing abdica de salário mas recebe 14 milhões em benefícios em 2020
06/03/2021 09:23

Twitter planeia ?botão? para cancelar um ?tweet? logo após publicação
06/03/2021 09:09

Nevões no Texas custaram à EDP dezenas de milhões de dólares
05/03/2021 21:31

Sonae vai reforçar posição na Sonae Sierra para 80% por 82,2 milhões
05/03/2021 21:20

Governo aprova proposta de lei para retirar veto de autarquias a aeroportos
05/03/2021 21:09

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco