Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

Fale Connosco

PSD2

A Payment Services Directive 2 (PSD2) é uma diretiva da União Europeia que tem como propósito a melhor integração dos sistemas de pagamentos no espaço europeu, aumentando a sua eficiência e segurança, a criação de bases de igualdade para todos os prestadores de serviços e o aumento da proteção aos clientes.

Esta nova regulamentação pretende criar um ecossistema que promova a abertura à inovação e a criação de novas ferramentas de melhoria de todos os sistemas e processos de pagamentos a nível europeu.

Open Banking é um termo utilizado no universo financeiro para descrever um ecossistema criado para a utilização de API - aplicações cujo propósito é ligar dois ou mais sistemas entre si - que permitam a prestadores de serviços de pagamentos (TPPS ou Third Party Payment Service Providers) aceder de forma segura à informação financeira cedida pelos bancos.

Relatório de acompanhamento de SLA Open Banking.

2º Trimestre 2021
Relatório

1º Trimestre 2021
Relatório

4º Trimestre 2020
Relatório

3º Trimestre 2020
Relatório

2º Trimestre 2020
Relatório

1º Trimestre 2020
Relatório

4º Trimestre 2019
Relatório

Plataforma criada pela SIBS, que tem o BiG como parceiro fundador e que disponibiliza todas as API desenvolvidas de acordo com a PSD2 e informação técnica sobre as mesmas.

Esta solução permite ter informação agregada das contas de pagamento das várias instituições financeiras, o que pode potenciar, por exemplo, a troca e validação de informações associadas a cada cliente ou a construção de novas soluções e serviços de pagamento por parte dos bancos.

Sendo uma solução integrada, esta permite também um aumento da segurança e da prevenção de fraudes.

O acesso a esta plataforma é efetuado através do link: www.sibsapimarket.pt

A partir de 14 de setembro de 2019 serão aplicadas novas regras de autenticação nos sistemas de pagamentos no espaço europeu e consequentemente aplicados novos requisitos de segurança no acesso às contas BiG.

No processo de autenticação e na autorização de operações de pagamento será aplicado o Sistema de Autenticação Forte que requer a validação da identidade do utilizador através de 2 de 3 elementos, nomeadamente:

  • Algo que é apenas do conhecimento do cliente (uma palavra passe, um número de identificação pessoal, um código de acesso, etc.)
  • Algo que está apenas na posse do cliente (um cartão bancário, o seu telemóvel, etc.)
  • Uma característica inerente ao cliente (a face, a voz, a impressão digital, etc.)

Sendo uma solução integrada, esta permite também um aumento da segurança e da prevenção de fraudes.

  • Quando aceder pela primeira vez ao Website do BiG e posteriormente, a cada 90 dias, para renovação desta validação;
  • Para todos as transferências que efetue online, bem como para pagamentos de serviços de valores superiores a 30€

Deste modo, terá que possuir um telemóvel registado no BiG, e introduzir um código SMS nas seguintes situações de interacção com os dispositivos digitais do BiG:

Guia sobre a autenticação forte do cliente