Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

Fale Connosco

COMO INVESTEM OS PROFISSIONAIS?

O investimento efectuado por profissionais é uma função com muitas especificidades, apesar da ideia generalizada de que o trabalho dos traders seja apenas comprar e vender títulos.

De manhã, um trader, além de se pôr a par de todas as notícias relativas a acontecimentos durante a noite, verifica como foi a evolução dos mercados abertos de madrugada (por exemplo, o mercado Japonês), tentando extrapolar as consequências que estes movimentos poderão ter no seu dia de trading.

Adicionalmente, é muito importante uma avaliação dos seus investimentos, tanto pelo impacto que poderão ter na abertura de mercado, como nas suas posições em aberto. Neste caso, o trader avalia as suas posições em aberto, reposicionando stops ou ordens de compra e de venda pendentes no mercado, tendo em conta o que se passou durante a noite e as perspectivas que tem para o dia em curso.

Um trader profissional tem acesso a plataformas de negociação que lhe permitam, além de integrar toda a informação num só local, utilizar diversas ferramentas que o ajudam a realizar os melhores investimentos, como vários tipos de ordens disponíveis, gráficos, cofres dos títulos, ou a possibilidade de fazer análise técnica. O BiG coloca à sua disposição várias plataformas profissionais, como o MyBolsa, o BiGTrader24, o MyFuturos e o Direct Trade.

Para conseguirem manter bons hábitos e obter sucesso no seu trabalho, os traders têm de manter uma boa organização, assim como método e disciplina. Preparar o dia de trading, manter um registo actualizado de trades efectuados, trades em curso e oportunidades futuras, reavaliar, constantemente, as suas posições e potencial de cada uma, entre outros aspectos organizativos, são factores chave para o sucesso de um trader profissional. Além disso, ao delinear uma estratégia, um trader normalmente define, além dos pontos de entrada, vários pontos de potencial saída (tanto saída com rentabilidade, como eventual saída assumindo uma perda), assegurando que não precisa de estar a acompanhar determinada posição a todos os segundos.

A informação é chave para um trader. É parte essencial do seu trabalho diário a monitorização de informações relevantes que sejam publicadas. Indicadores económicos dos países como as taxas de desemprego, preços dos combustíveis, índices de confiança dos consumidores, têm sempre impacto nos mercados quando são anunciados, portanto são da maior importância para um trader. Além disso, os anúncios por parte dos CEO de empresas (como as apresentações de resultados), das autoridades monetárias (como alterações nas taxas de juro), ou mesmo de líderes políticos, são outros exemplos de informações que são muito relevantes para o trabalho de um trader. É normal, numa sala de negociação, ter um canal de informações financeiras constantemente ligado, como a CNBC ou a Bloomberg.

Um trader profissional analisa constantemente o mercado e os títulos, na procura das melhores oportunidades, ou na reavaliação das posições em aberto. Além do seu trabalho de descobrir os títulos que se revelem as melhores oportunidades de negócio, normalmente um trader segue vários índices que servem de bitola ao mercado, como o DAX Xetra, o NASDAQ, o S&P 500, o Eurostoxx, o EUR/USD, o preço do petróleo ou mesmo os preços do ouro. Como auxílio à sua análise, o trader normalmente recorre a vários indicadores de análise técnica, podendo ser destacados o MACD (sendo que os mais utilizados são o MACD (Moving Average Convergence/Divergence), que ajuda a identificar mudanças na força, momentum direcção e duração de padrões na evolução de títulos, o RSI (relative strenght índex), que avalia a força do preço histórico e actual dos títulos, e os osciladores Estocásticos, que tentam prever o momentum dos títulos antes das alterações efectivas de preços.

Pesquisa de títulos