Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

Fale Connosco

ACÇÕES

Uma acção representa uma parte de determinada empresa. Isto quer dizer que o investidor ao comprar uma acção, torna-se dono de parte da empresa, tendo direito a uma parte (por mais pequena que seja) dos activos e ganhos que a empresa terá. Apesar de deter parte da empresa, o accionista não pode ser responsabilizado pelas suas dívidas, sendo que, no entanto, no caso de divisão dos activos da empresa, o accionista é o último a receber a sua parcela, se esta existir.

Estes direitos sobre os activos da empresa dão o valor às acções, que reflectem o valor presente da empresa a que dizem respeito, mas também as expectativas de valorização futura, seja pelo sucesso dos produtos/serviços que oferece, pela atractividade que os planos apresentados para o futuro representam para quem nela quer investir, ou mesmo pela expectativa de como o próprio sector onde se encontra irá evoluir no futuro.

As empresas precisam de capital para investir ou expandir o seu negócio, sendo que em vez de pedirem empréstimos ou emitirem obrigações, os donos da empresa emitem acções, dividindo assim a propriedade da sua empresa por outros investidores e abdicam de parte da titularidade da empresa, mas obtendo com isto o capital que os investidores pagaram por cada acção que compraram. Esta emissão de novas acções é realizada no Mercado primário.

Existem empresas cujas acções são cotadas em bolsa e outras que permitem apenas a transacção das suas acções em negócios privados, geralmente feitos directamente entre a parte compradora e a parte vendedora.

A cotação das acções é reflectida pelo valor a que foi feita a última transacção desse título no mercado em que negoceia. Quer isto dizer que o preço de cada acção é definido pelo montante a que determinado investidor pretende comprar o título e a que outro investidor está disposto a vender.

Actualmente, pode negociar nas seguintes acções mundiais através do BiG:

  • Lisboa
  • Paris
  • Amesterdão
  • Bruxelas
  • Nasdaq
  • Nova Iorque NYSE
  • Nova Iorque AMEX
  • Frankfurt
  • Madrid
  • Helsínquia
  • Inglaterra
  Hora GMT
Bolsas Abert. Pré-F Fecho
Lisboa - BVL 8:00 16:25 16:30 *
Paris - CAC 8:00 16:25 16:30 *
Amsterdão - AEX 8:00 16:25 16:30 *
Bruxelas - BEL 8:00 16:25 16:30 *
Frankfurt - DAX 8:00 16:30
NY-DJI, NASDAQ, S&P 14:30 21:00
Helsinquia - HEX 8:00 16:20 16:30
Madrid - IBEX 8:00 16:30 16:35
Londres - LSE 8:00 16:30 16:35

* Nas bolsas Euronext, é possível a negociação ao último preço de mercado até às 16:40.

Nota 1: Para os warrants cujos subjacentes continuem a negociar depois das 16:30, a negociação prolonga-se até às 17:30.
Nota 2: O mercado de warrants inicia a negociação às 8.05h
Nota 3: Nas consolidações de ofertas, ou seja, nos 5 minutos que antecedem a abertura e o fecho do mercado, o sistema da Euronext rejeita todas as ordens de anulação inseridas.

Ao comprar acções de uma empresa está a obter uma parte parcial da empresa, logo a tornar-se dono de parte da empresa.

A compra de acções permite participar, no futuro, em potenciais distribuições de dividendos. Os dividendos são uma parte dos lucros das empresas, que são distribuídos pelos seus accionistas.

As acções servem, em várias situações, de colateral para alavancar o capital disponível. No BiG por exemplo, pode utilizar a conta margem para alavancar o seu investimento com base nas acções que possui.

Excepto por alguns períodos, as acções conseguiram historicamente obter um retorno superior à inflacção.

A perda potencial das acções é limitada ao investimento inicial na mesma, contrariamente a outro tipo de activos que não limitam a perda ao capital investido.

A maior parte das acções são facilmente convertidas de títulos em dinheiro, dado que existem sempre contrapartes dispostas a fazer negócios sobre esses títulos.

Normalmente é muito fácil obter informações sobre o título em que pretendemos investir, dado que existe uma obrigatoriedade, por parte da maior parte das bolsas, de divulgação de informações ao mercado, por parte das acções cotadas.

Existe uma grande variedade de acções disponíveis para negociar, num número elevado de mercados, sobre uma série de empresas presentes nos mais diversos sectores.

Pesquisa de títulos