ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Revogada contribuição extraordinária sobre o alojamento local com ajuda do Chega
21/06/2024 15:13

A contribuição extraordinária sobre o alojamento local (CEAL) criada no final do ano passado acaba de ser revogada, numa autorização legislativa, com os votos a favor do PSD, Chega, Iniciativa Liberal, CDS e PAN e os votos contra do PS, BE, PCP e Livre. Não houve abstenções Também foi anulado o agravamento do IMI para os proprietários destes negócios.

Além destas duas medidas, a proposta do Executivo agora aprovada no Parlamento, prevê ainda o alargamento da isenção de mais-valias com a venda de casa que tenha sido comprada há 12 meses – e não 24 como determinava o Mais Habitação – desde que o montante seja destinado a compra de outra casa para residência principal. Acaba ainda o limite de três anos para utilização da isenção contrário do que está atualmente previsto.

A iniciativa do Governo foi submetida a votação conjunta na generalidade, especialidade e final global.

Durante a fase do debate, a secretária de Estado dos Assuntos Fiscais, Cláudia Reis Duarte, justificou esta decisão com a "injustiça" da CEAL, num argumento em que foi acompanhada pelo Chega, mas que o deputado Carlos Barbosa classificou de uma proposta "curta". O deputado do CDS, João Almeida, considerou por seu lado que a contribuição era expressão de um dos "piores pacotes legislativos" dos últimos anos, referindo-se ao Mais Habitação. Também o PAN se juntou ao Governo, com a deputada Inês Sousa Real a lembrar que esta é uma "taxa que não faz sentido e que o PAN foi sempre contra desde o primeiro momento". A Iniciativa Liberal, pelo deputado Carlos Guimarães Pinto, apontou o que considerou ser uma "embirração" da esquerda com o AL.


É mais uma vitória do Governo no Parlamento depois de outras conseguidas pelos partidos da oposição, nomeadamente o PS. O Executivo conseguiu a primeira vitória na semana passada ao ver aprovada, com o apoio do Chega, a autorização legislativa que lhe permite isentar de IMT e imposto do selo a compra de casa por jovens até aos 35 anos.


A contribuição extraordinária sobre o alojamento local foi criada pelo programa Mais Habitação que entrou em vigor no final do ano passado e devia ser paga este ano pela primeira vez (com referência ao ano de 2023), com a lei a determinar o dia 25 de junho como data-limite para a liquidação. No entanto, o Ministério das Finanças alargou o prazo por 120 dias.


No despacho assinado pela secretária de Estado dos Assuntos Fiscais, Cláudia Reis Duarte, divulgado no início da semana, o adiamento foi justificado pelo facto de o Governo ter apresentado uma proposta para revogar a contribuição e que esperava a votação no Parlamento, o que aconteceu esta sexta-feira.

(Notícia em atualização)

Investidores deixam CrowdStrike "às escuras" após empresa provocar apagão
19/07/2024 22:25

Wall Street em queda antes das contas das "megacaps"
19/07/2024 21:24

DBRS eleva perspetiva de Portugal para ?positiva?. Rating mantém-se no sexto nível mais elevado
19/07/2024 21:07

UE à beira de crise de financiamento climático e digital, alerta Finance Watch
19/07/2024 20:21

Venda da participação da CGD no BCA deverá ficar concluída em três meses
19/07/2024 19:46

CTT arrancam com novo programa de recompra de ações de até 6,14% do capital
19/07/2024 19:16

OE2025: Alexandra Leitão diz que PS e Governo vão continuar a negociar e promete "boa-fé"
19/07/2024 19:06

Valor médio do CSI subiu 51% para 233 euros
19/07/2024 18:51

ANA tem 6 meses para concluir relatório para avançar com novo aeroporto
19/07/2024 18:46

OE2025: Chega sinaliza "atitude positiva" do Governo e admite que "há caminho" para negociar
19/07/2024 18:21

IL diz que Governo não deve desvirtuar OE2025 para ceder a quem atrasa o país
19/07/2024 17:51

Cimpor inaugurou uma nova fábrica nos Camarões
19/07/2024 17:16

Lisboa escapa a onda vermelha europeia mas não evita quebra semanal
19/07/2024 16:46

Maior acionista da EDP de olho em ativos espanhóis da Greenvolt
19/07/2024 16:11

Regulamentação dos bancos angolanos necessita de "ajustamentos"
19/07/2024 15:42

Nos não descarta alargar acordo de partilha de redes a mais operadoras
19/07/2024 14:53

Centro Nacional de Cibersegurança diz que 'apagão' afetou várias entidades portuguesas
19/07/2024 13:52

Preço dos combustíveis baixa. Gasóleo desce 2 cêntimos, e gasolina recua um cêntimo
19/07/2024 12:49

Pedro Nuno Santos só fala com Montenegro. Delegação do PS estará em reunião com Governo
19/07/2024 11:56

Serviços da Meo, Nos e Vodafone não foram afetados por falha global
19/07/2024 11:29

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco