ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Operação Marquês: Supremo volta a recusar pedido de Sócrates para afastar juízes da Relação
21/06/2024 13:01

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) voltou a recusar um pedido do ex-primeiro-ministro José Sócrates para afastar juízes da Relação de Lisboa no processo Operação Marquês, que têm de decidir sobre a eventual subida de recursos dos arguidos.

Segundo o acórdão de quinta-feira do STJ, a que a Lusa teve hoje acesso, os conselheiros Celso Manata (relator e antigo diretor dos serviços prisionais), Agostinho Torres e Vasques Osório consideraram não haver fundamento para afastar os desembargadores Francisco Henriques e Adelina Barradas de Oliveira, cuja imparcialidade a defesa do ex-governante argumentava estar em causa.

Francisco Henriques foi o magistrado que presidiu ao coletivo de juízes responsável pela condenação do ex-banqueiro Ricardo Salgado a uma pena de prisão de seis anos (posteriormente aumentada para oito anos) no processo saído da Operação Marquês, em março de 2022, e integrou o coletivo que condenou em julho de 2021 o antigo ministro Armando Vara a dois anos de prisão, num caso igualmente separado da Operação Marquês.

Já Adelina Barradas de Oliveira fez parte do coletivo que avaliou as medidas de coação a José Sócrates e que legitimou a suspeita de perigo de fuga, culminando na imposição de apresentações periódicas às autoridades por parte do ex-primeiro-ministro.

"Não existem elementos no processo que permitam considerar que a intervenção dos referidos juízes desembargadores no processo possa ser considerada suspeita nem -- muito menos -- que o requerente tenha indicado e provado factos objetivos que constituem motivo, sério e grave, para gerar desconfiança sobre a sua imparcialidade. Pelo exposto, (...) acorda-se em indeferir o requerimento de recusa", lê-se na decisão do STJ.


Investidores deixam CrowdStrike "às escuras" após empresa provocar apagão
19/07/2024 22:25

Wall Street em queda antes das contas das "megacaps"
19/07/2024 21:24

DBRS eleva perspetiva de Portugal para ?positiva?. Rating mantém-se no sexto nível mais elevado
19/07/2024 21:07

UE à beira de crise de financiamento climático e digital, alerta Finance Watch
19/07/2024 20:21

Venda da participação da CGD no BCA deverá ficar concluída em três meses
19/07/2024 19:46

CTT arrancam com novo programa de recompra de ações de até 6,14% do capital
19/07/2024 19:16

OE2025: Alexandra Leitão diz que PS e Governo vão continuar a negociar e promete "boa-fé"
19/07/2024 19:06

Valor médio do CSI subiu 51% para 233 euros
19/07/2024 18:51

ANA tem 6 meses para concluir relatório para avançar com novo aeroporto
19/07/2024 18:46

OE2025: Chega sinaliza "atitude positiva" do Governo e admite que "há caminho" para negociar
19/07/2024 18:21

IL diz que Governo não deve desvirtuar OE2025 para ceder a quem atrasa o país
19/07/2024 17:51

Cimpor inaugurou uma nova fábrica nos Camarões
19/07/2024 17:16

Lisboa escapa a onda vermelha europeia mas não evita quebra semanal
19/07/2024 16:46

Maior acionista da EDP de olho em ativos espanhóis da Greenvolt
19/07/2024 16:11

Regulamentação dos bancos angolanos necessita de "ajustamentos"
19/07/2024 15:42

Nos não descarta alargar acordo de partilha de redes a mais operadoras
19/07/2024 14:53

Centro Nacional de Cibersegurança diz que 'apagão' afetou várias entidades portuguesas
19/07/2024 13:52

Preço dos combustíveis baixa. Gasóleo desce 2 cêntimos, e gasolina recua um cêntimo
19/07/2024 12:49

Pedro Nuno Santos só fala com Montenegro. Delegação do PS estará em reunião com Governo
19/07/2024 11:56

Serviços da Meo, Nos e Vodafone não foram afetados por falha global
19/07/2024 11:29

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco