ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Procura de gás natural na UE no valor mais baixo desde 2008
28-05-2024 13:01

No último ano, a procura por gás natural na União Europeia atingiu o nível mais baixo desde 2008, ano em que o Eurostat começou a recolher os dados mensais. Após um decréscimo anual de 13,3% em 2022, em 2023 a procura derrapou 7,4%, totalizando 12,72 milhões de terajoules (unidade usada para medir energia térmica).  

Há dois anos consecutivos que a procura tem registado uma diminuição, de acordo com os dados partilhados esta terça-feira, 28 de maio, pelo gabinete de estatística europeu.  

A justificar a redução está o regulamento europeu REPowerEU, programa que visa reduzir a dependência da região em combustíveis fósseis provenientes da Rússia, após a invasão à Ucrânia há mais de dois anos. Além disso, o Eurostat apoia ainda a "crise energética em curso e o aumento dos preços da energia" como razões explicativas.  

Desde o arranque deste plano, Portugal atingiu o nono lugar como o país da União Europeia que mais diminuiu o consumo de gás russo, num total de 23%, acima do requisito de 15% ao nível comunitário, segundo dados da Comissão Europeia. A nível europeu, as importações desta energia caíram de 40% em 2021 para 8% em 2023.

Os dados revelados esta terça-feira pelo Eurostat mostram que, apesar de 21 dos 27 países da União Europeia terem reduzido a procura por gás natural, há quem a tenha aumentado significativamente. É o caso da Finlândia, que registou uma subida de 25,6%, a Suécia que avançou 11,1% e a Polónia que aumentou a compra em 5,3% face a 2022. De maneira mais reduzida, também Malta (+4,5%), a Dinamarca (+1,1%) e a Croácia (+0,8%) cresceram na importação desta energia.

A liderar as quedas na procura está a França, que diminuiu em 11,7% a compra de gás natural para 1,36 milhões de terajoules, seguida da Itália (-10%) que comprou 2,35 milhões de terajoules e ainda a Alemanha, que adquiriu 2,96 milhões de terajoules, um recuo de 3,8% face a 2022. 


*Texto editado por Inês Santinhos Gonçalves

Bruxelas e Banco Português de Fomento assinam acordo para desbloquear 3,6 mil milhões
18-06-2024 13:48

Presidente da AIP: "Não podemos continuar com quadro fiscal com 4.300 impostos e taxas"
18-06-2024 13:44

Costa disse a Galamba para despedir Ourmières-Widener da TAP. "É ela ou nós"
18-06-2024 13:10

Ursula, Charles e o ódio ao mais alto nível
18-06-2024 12:30

Putin acena a Kim Jong-un com alianças na primeira visita de Estado à Coreia do Norte em 24 anos
18-06-2024 11:50

Produção de hidrogénio e gases renováveis com incentivos de até 15 milhões por projeto
18-06-2024 11:46

Revolut alarga oferta de investimento a obrigações. Portugal incluído
18-06-2024 11:11

NOW derrota RTP3 no dia de estreia
18-06-2024 09:50

Dona da Parmalat com OK da Concorrência para compra da proprietária dos queijos Paiva
18-06-2024 09:08

PSI acompanha otimismo dos mercados e sobe 0,53%
18-06-2024 08:19

5 coisas que precisa de saber para começar o dia
18-06-2024 07:30

O aumento da despesa da ADSE, a espera pelo Fundo Ambiental e o corredor do Lobito
18-06-2024 07:01

Montenegro diz que nome de Costa para Conselho Europeu reúne "todas as condições para ser aceite" na
18-06-2024 00:38

Jantar de líderes da UE termina sem acordo após primeira tentativa sobre cargos de topo
17-06-2024 23:25

Governo promete "linhas de ação" até ao fim do ano para assegurar disponibilidade de água
17-06-2024 23:12

Exigência salariais alemãs acima da inflação preocupam BCE
17-06-2024 22:10

Nasdaq e S&P 500 atingem novos máximos. Apple prossegue "rally"
17-06-2024 21:40

Semapa investe 1,2 milhões e compra 0,046% da Navigator
17-06-2024 21:09

Plenário de trabalhadores da Transtejo Soflusa interrompe ligações fluviais quarta-feira à tarde
17-06-2024 20:45

EDP fecha venda à sua maior acionista de 11,6% da CEM Macau por 100 milhões
17-06-2024 19:45

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco