ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Marcelo promulga gratuitidade de medicamentos para idosos mais desfavorecidos
27-05-2024 15:09

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta segunda-feira um diploma do Governo que prevê a gratuitidade dos medicamentos sujeitos a prescrição médica comparticipados para pensionistas e reformados que beneficiem do complemento solidário para idosos (CSI).

"O Presidente da República promulgou o diploma do Governo que procede à segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 252/2007, de 5 de julho, que cria um regime de benefícios adicionais de saúde para os beneficiários do complemento solidário", lê-se numa nota publicada no site da Presidência da República.

Essa é uma das três medida aprovadas, no início de maio, pelo Governo, em Conselho de Ministros, que visam aumentar os rendimentos disponíveis dos pensionistas mais vulneráveis, que beneficiem do CSI ou passam a beneficiar. A estimativa é de que essas medidas possam chegar a "cerca de 140 mil pessoas". 

Esta medida em concreto prevê a "comparticipação integral da aquisição pelos pensionistas e reformados beneficiários de CSI dos medicamentos sujeitos a prescrição médica comparticipados". Quando a medida foi anunciada, o Governo afirmou que a medida deverá entrar em vigor "no mês seguinte após a conclusão da consulta dos órgãos de governo das regiões autónomas já em curso". 

No mesmo Conselho de Ministros, foi aprovado também um decreto-lei que prevê o aumento do valor de referência do CSI para 600 euros já em junho. Na prática, essa subida do CSI vai traduzir-se num aumento de 50 euros por mês para pensionistas e reformados que beneficiem deste apoio.

A intenção do Governo é, a partir desse aumento, iniciar "um processo gradual de garantia de rendimento mínimo dos pensionistas de 820 euros até ao final da legislatura".

Além disso, o Executivo de Luís Montenegro aprovou também a eliminação dos rendimentos dos filhos como critério e fator de exclusão na atribuição do CSI

Ex-PGR Cunha Rodrigues diz que tem havido abuso do recurso a escutas telefónicas
21-06-2024 22:06

Furação Nvidia perde força e pressiona Wall Street em dia de bruxaria tripla
21-06-2024 21:37

Paulo Rangel: Angola e Portugal têm "grande convergência" sobre questões internacionais
21-06-2024 19:22

AROEIRA IMPLEMENTA MELHORIAS NOS CAMPOS DE GOLFE
21-06-2024 18:12

Parlamento aprova fim de portagens nas ex-Scut
21-06-2024 18:11

A BTL ? Bolsa de Turismo de Lisboa, regressa à FIL de 12 a 16 de Março de 2025.
21-06-2024 17:58

Adega de Pegões ganha prémio de melhor vinho Tinto da Península de Setúbal e lança 3 novos vinhos de
21-06-2024 17:38

EDP não vai passar custo da tarifa social para as famílias
21-06-2024 17:00

Correção do BCP empurra Lisboa para o vermelho
21-06-2024 16:44

Pais Antunes eleito à segunda tentativa presidente do Conselho Económico e Social
21-06-2024 16:19

BPI vende carteira de malparado de 73 milhões de euros
21-06-2024 16:02

Aprovada comissão de inquérito à gestão da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
21-06-2024 15:25

Revogada contribuição extraordinária sobre o alojamento local com ajuda do Chega
21-06-2024 15:13

Caso gémeas: Comissão de inquérito aprova proposta do Chega para ouvir António Costa
21-06-2024 14:57

Caso gémeas: Comissão de inquérito aprova proposta do Chega para ouvir António Costa
21-06-2024 14:57

O catalisador da transição energética foi a geopolítica
21-06-2024 14:30

Gasóleo e gasolina voltam a ficar mais caros na próxima semana
21-06-2024 14:24

Eletrificação vai dominar a mobilidade em Portugal
21-06-2024 14:00

Amazon prepara renovação de Alexa com IA generativa. Serviço custará 5 a 10 dólares por mês
21-06-2024 13:38

Operação Marquês: Supremo volta a recusar pedido de Sócrates para afastar juízes da Relação
21-06-2024 13:01

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco