ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Procuradores pedem que ex-CEO da Binance seja condenado com o dobro da pena prevista
24/04/2024 15:16

O Ministério Público nos EUA quer que o fundador e ex-CEO da Binance, Changpeng Zhao (CZ), cumpra uma pena de três anos de prisão, acima dos 18 meses previstos nas diretrizes do Departamento de Justiça dos EUA, depois de o empresário se ter declarado culpado de violar as normas que combatem o branqueamento de capitais.

A notícia é avançada pela Reuters, que cita o pedido dos procuradores norte-americanos, o qual justifica a pena com a dimensão destes alegados crimes – cometidos através da maior plataforma de criptomoedas do mundo – e com a necessidade de passar uma mensagem à opinião pública de que "a escolha certa, sempre, é cumprir a lei".

"Changpeng Zhao tomou a decisão de  violar a lei dos EUA, de forma a atrair mais utilizadores [para a Binance], construir a sua empresa e encher os bolsos", acrescenta a petição dos procuradores.

Já do lado da defesa de CZ, o pedido é de que o juiz condene o fundador da Binance a liberdade condicional. O magistrado Richard Jones promulga a sentença no próximo dia 30 de abril.

O CEO da Binance, Changpeng Zhao (CZ), aceitou declarar-se culpado de crimes de lavagem de dinheiro e pagar uma multa de 50 milhões de dólares, cerca de 45,7 milhões de euros ao câmbio atual, numa audiência que decorreu esta terça-feira num tribunal federal em Seattle, avança a Bloomberg.

Zhao aceitou igualmente abandonar a liderança da Binance, como parte de um acordo com o Departamento do Tesouro norte-americano e da Commodity Futures Trading Commission (CFTC), tendp sido substituido por Ricard Teng. 

Já a Binance, maior plataforma de criptomoedas do mundo, declarou-se culpada das acusações e aceitou pagar uma coima de 4,3 mil milhões de dólares (3,9 mil milhões de euros).

A Binance era acusada de lavagem de dinheiro, fraude bancária e violação de sanções internacionais, em concreto o incumprimento das sanções impostas pelos EUA contra a Rússia e o Irão.

De acordo com a acusação, entre agosto de 2017 e outubro do ano passado, a Binance e o seu CEO estiveram envolvidos num "esforço deliberado e calculado" para lucrar no mercado dos EUA sem implementar os mecanismos de controlo exigidos pela lei norte-americana.

Ucrânia: Volodymyr Zelensky em Bruxelas antes de viajar para Lisboa
27/05/2024 22:33

Montenegro acusa derrotados de estarem "mais ocupados em geringonçar" do que em ser oposição
27/05/2024 22:02

Eleições/Madeira: PS e JPP propõem solução conjunta de governo
27/05/2024 20:26

Mandatado pelo KKR, Mediobanca já detém mais de 16% da Greenvolt
27/05/2024 19:38

Havas faz um Reality Check Back to the Future
27/05/2024 19:14

Pinto Luz: Negociações com a Vinci para aeroporto Luís de Camões começam em breve
27/05/2024 19:05

Apoio extraordinário à renda mantém-se mesmo com alteração do contrato
27/05/2024 18:43

Executivo aprova regime ?semi-automático? para aproveitamento de imoveis devolutos do Estado
27/05/2024 18:33

Governo revoga Contribuição Extraordinária sobre o Alojamento Local e medida que agrava o IMI
27/05/2024 18:16

Governo avança com regime fiscal para PPR europeu
27/05/2024 18:07

Trabalhadores deslocados vão poder aproveitar valor da renda para pagar menos IRS
27/05/2024 18:01

Radares de Lisboa registam mais de 500 mil infrações em dois anos e rendem à câmara 10 milhões
27/05/2024 17:58

Millennium Talks Aveiro
27/05/2024 17:33

Autoridade da Concorrência sem oposição à compra da MGC pela Barraqueiro
27/05/2024 17:25

Especial aniversário sobre IA: Dia 29 de maio, o Negócios é oferecido
27/05/2024 17:02

Energia dá gás à bolsa nacional. BCP trava maiores ganhos
27/05/2024 16:54

Acordo a assinar com Zelensky tem horizonte de dez anos
27/05/2024 16:46

Reforço da pista do Aeroporto do Porto vai custar 50 milhões de euros
27/05/2024 16:39

CGTP quer aumento salarial e desbloqueio da contratação coletiva
27/05/2024 16:02

Grupo português atinge liderança a laser na Eslováquia
27/05/2024 15:37

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco