ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

IMF ? Índice PCE: Inflação dos EUA subiu em janeiro
04/03/2024 13:30

| PMI Manufatureiro do Reino Unido revisto em alta em fevereiro

O PMI Manufatureiro do Reino Unido foi revisto em alta em fevereiro para 47.5 pontos, face à leitura preliminar de 47.1 pontos, permanecendo acima da leitura de 47 pontos registada no mês anterior. Um registo abaixo dos 50 pontos aponta para uma contração na atividade do setor em questão. O PMI em análise está abaixo de tal limiar já desde agosto de 2022.

De acordo com a Confederação da Indústria Britânica (CBI), o ritmo do declínio das vendas a retalho do Reino Unido abrandou em fevereiro e uma medida sobre a inflação recuou para o mínimo de quase 3 anos. O relatório da CBI indicou que o índice sobre as vendas a retalho mensais, que compara as vendas de um mês com as do período homólogo, subiu para os -7 pontos em fevereiro, a queda mais lenta dos últimos 10 meses, face aos -50 pontos registados em janeiro. No entanto, os retalhistas esperam que o ritmo de queda das vendas acelere ligeiramente em março para os -15 pontos. De acordo com o principal economista da CBI, Martin Sartorius, espera-se que as vendas continuem a cair em março, com as empresas do setor a planearem reduções no pessoal e no investimento. O CBI deu também a conhecer que o indicador trimestral que mede a inflação das retalhistas nos últimos 12 meses recuou em fevereiro para os 54 pontos – o valor mais baixo desde maio de 2021 e que compara com 73 pontos, em novembro passado.

O Eur/Gbp apresentou uma semana de subida ligeira, tendo ascendido desde meados das £0.8520 até perto das £0.8580. É de mencionar que o par continua a transacionar em torno das £0.8550, enquanto tem como suporte o nível das £0.8500 e como resistência as £0.8630.


| Índice PCE: Inflação dos EUA subiu em janeiro

De acordo com o índice de preços PCE dos EUA, que é muito seguido pela FED, em janeiro a inflação foi de 0.3%, em cadeia, dentro do esperado, após +0.1% em dezembro. Em termos homólogos, o índice PCE fixou-se nos 2.4%, também como o esperado, abaixo dos 2.6% registados no mês anterior, correspondendo ao menor valor anual desde fevereiro de 2021. Excluindo as componentes voláteis dos produtos alimentares e da energia, o índice PCE subjacente aumentou 0.4%, em cadeia, como o esperado, em janeiro, após um aumento de 0.1% em dezembro. Em termos homólogos, o índice PCE subjacente fixou-se nos 2.8%, abaixo dos 2.9% registados no mês antecedente. O mercado continua a esperar que o 1º corte de taxas da FED ocorra na reunião de junho, enquanto diversos membros da FED indicam que não têm pressa para começar os cortes.

O crescimento do PIB dos EUA no 4º trimestre de 2023 foi revisto ligeiramente em baixa na sua 2ª estimativa. O crescimento do PIB foi revisto para os 3.2% em termos anualizados, face aos 3.3% reportados anteriormente. O mercado esperava que a 2ª leitura do PIB ficasse inalterada. O PIB dos EUA cresceu 2.5% em 2023, o que representa uma aceleração face aos 1.9% registados em 2022 e ficou acima da taxa de crescimento considerada pela FED como não inflacionista, de 1.8%. No entanto, existem sinais de que a economia está a abrandar, dado que as vendas a retalho, as encomendas de bens duradouros e a produção industrial, recuaram em janeiro.

Nas primeiras duas sessões da semana, o Eur/Usd subiu até aos $1.0865, tendo posteriormente perdido terreno, até encontrar um suporte robusto perto dos $1.0800. O Eur/Usd tem vindo a transacionar de forma lateral nas últimas semanas.

|  Petróleo testa resistência dos $80

O petróleo subiu na última semana para máximos de novembro de 2023, enquanto o mercado aguardava pela decisão da OPEC+ sobre os acordos da oferta para o 2º trimestre. O preço do crude também beneficiou dos dados da inflação dos EUA, que solidificaram as expectativas do mercado sobre um corte de taxas da FED em junho.

O petróleo apresentou uma semana de valorização, tendo ressaltado dos $75.85 e valorizado ao longo da semana, até testar a resistência quebrar ligeiramente em alta os $80 na última sexta-feira. Deste modo, a matéria-prima renovou máximos de inícios de novembro de 2023 nos $79.97.

| Ouro em máximos de um mês

O preço do ouro subiu no final da semana passada, enquanto os dados da inflação dos EUA levaram o mercado a consolidar as suas expectativas sobre um corte das taxas de juro de referência por parte da FED em junho.

O ouro iniciou a semana calmo, a cotar pelos $2020/onça, no entanto, mas nos últimos três dias da semana apresentou uma tendência de valorização até renovar máximos de um mês já acima da resistência dos $2 060/onça.

As análises técnicas aqui publicadas não pretendem, em caso algum, constituir aconselhamento ou uma recomendação de compra e venda de instrumentos financeiros, pelo que os analistas e o Jornal de Negócios não podem ser responsáveis por eventuais perdas ou danos que possam resultar do uso dessas informações. Caso pretenda ver esclarecida alguma dúvida acerca da Análise Técnica, por favor contactar a IMF ou o Jornal de Negócios.

G7 aprova criação de ?mesa de emergência? permanente sobre transporte marítimo
13/04/2024 20:40

Bloco afirma que ?Governo toma Portugal por parvo? quanto à redução do IRS
13/04/2024 19:54

PCP acusa Governo de fraude e de só querer reduzir impostos a grandes empresas
13/04/2024 19:32

Governo pede a portugueses que estejam em Israel para regressarem
13/04/2024 19:18

Futuros donos da Greenvolt querem chegar a um bilião de dólares em ativos
13/04/2024 19:00

Mais de 100 antigos combatentes vão entrar em greve de fome em 24 de abril
13/04/2024 18:00

Índia pede a Irão que garanta segurança de 17 indianos em navio português capturado
13/04/2024 16:52

Governo brasileiro suspende publicidade na rede social X após críticas de Musk
13/04/2024 16:12

Poiares Maduro: Há um grande desafio pela frente e "a UEFA está a enterrar a cabeça na areia"
13/04/2024 15:42

Hugo Soares: Primeiro-ministro ?não mentiu? e foi ?cristalino? sobre alívio fiscal
13/04/2024 14:21

PS pede debate de urgência com ministro das Finanças sobre redução do IRS
13/04/2024 14:14

Governo diz ser ?indesmentível? que corte no IRS leva a menos 1,5 mil milhões face a 2023
13/04/2024 14:05

Décio fez-se empresário em Penha Longa aos 24 anos e já emprega 200 pessoas
13/04/2024 13:45

Portugal pede esclarecimentos a Teerão sobre navio apresado no estreito de Ormuz
13/04/2024 13:13

Forças iranianas assaltam navio com bandeira portuguesa no estreito de Ormuz
13/04/2024 12:21

Web Summit no Brasil é rampa para portugueses em mercado fundamental
13/04/2024 10:10

Portugal precisa de construir 45 mil casas por ano para resolver crise habitacional
13/04/2024 10:08

TAP: Primeiro ano de Luís Rodrigues na liderança marcado por lucro recorde
13/04/2024 09:31

PSP alerta para burlas relacionadas com investimentos nas redes sociais
13/04/2024 09:19

México é o principal produtor de fentanil ilegal mas não tem o suficiente para uso médico
13/04/2024 09:13

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco