ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Ministra da Justiça defende melhoria dos processos de recuperação de empresas
26/11/2022 12:33

A ministra da Justiça realçou hoje que a melhoria das condições dos processos de recuperação de empresas é um desafio, sobretudo "em períodos de insolvência e de dúvida" como aquele que o país atravessa.

 

"A melhoria das condições de processos de recuperação [de empresas], sobretudo em períodos de insolvência e de dúvida, como o que atravessamos, é um desafio, mas um desafio que temos de concretizar", afirmou hoje a ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, que falava na abertura do Encontro Nacional da Associação Portuguesa dos Administradores Judiciais (APAJ), que decorre na Casa do Juiz, em Coimbra.

 

A ministra realçou que essa melhoria passa também "pela digitalização dos processos", considerando que, nessa área, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) surge como "uma oportunidade" que tem de ser aproveitada.

 

Para Catarina Sarmento e Castro, a digitalização também irá contribuir "para a redução dos custos de contexto" e para que a justiça "possa, de facto, chegar aos cidadãos e empresas", assim como aumentar a celeridade "que se impõe" nestes processos.

 

De acordo com a responsável, é necessário "imprimir celeridade a estes processos de recuperação e liquidação", sem nunca "perder de vista o interesse de todos".

 

A ministra salientou ainda que o Governo pretende também reforçar a transparência e o escrutínio na nomeação dos administradores judiciais.

 

"Queremos reforçar o escrutínio, um escrutínio que o funcionamento da justiça e a democracia impõem", defendeu, considerando que o aumento da transparência permitirá também incrementar "a confiança de todos na justiça", em particular aqueles que usufruem da administração judicial de processos de insolvência, liquidação ou recuperação de empresas.

 

Na sessão de abertura, também discursou o presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP), Manuel Soares, que deixou várias notas sobre questões que, no seu entender, precisam de ser resolvidas nesta área.

 

Segundo Manuel Soares, é necessário encontrar uma forma de facilitar o acesso dos administradores judiciais aos dados à guarda da Autoridade Tributária e apontou para problemas criados com o novo modelo de cálculo de remuneração dos administradores judiciais.

 

O presidente da ASJP alertou ainda para a necessidade de transparência na repartição de processos por administradores judiciais.

 

"Os procedimentos seguidos pelos tribunais não são sempre uniformes. Há tribunais onde a distribuição não é equitativa ou equilibrada", referiu, considerando que "dá para perceber quem tenha mais e melhores processos distribuídos".

 

O modelo "não é inteiramente transparente", o que poderá gerar desconfiança, alertou.

A era digital e a revolução no posto de trabalho
23/02/2024 14:00

Contas de serviços mínimos bancários crescem 19% para 222 mil
23/02/2024 13:04

CAP vai juntar-se a protesto em Bruxelas em dia de reunião de ministros da Agricultura da UE
23/02/2024 12:50

Engarrafadora da Coca-Cola "bebe" 3.325 milhões de euros em receitas na Península Ibérica
23/02/2024 11:36

Sonangol diz que "há muita pressão" para vender posição no BCP
23/02/2024 11:11

Quebra no investimento penalizou PIB alemão no final de 2023
23/02/2024 10:58

Farfetch fechou escritórios de Braga em setembro
23/02/2024 10:11

Espanha cria observatório para reduzir impacto das alterações climáticas na saúde
23/02/2024 10:03

Advogado do Diabo com Ricardo Rio: "Há uma visão de que tudo se resolve através de políticas fiscais
23/02/2024 10:00

Medina acredita que PIB pode crescer 1,5% em 2024 apesar de previsões pessimistas
23/02/2024 09:34

Limpeza de inscritos no SNS retirou 100 mil das listas
23/02/2024 09:23

Bolsa de Lisboa na linha de água. Corticeira sobe mais de 1% mas Mota-Engil pressiona
23/02/2024 08:15

O Metro a derrapar, a falha no travão à caducidade, a Soma dos Dias e o seu Weekend
23/02/2024 07:30

Portugueses são os segundos piores da UE em literacia financeira
23/02/2024 00:13

Eleições: Montenegro avisa que voto de protesto "beneficia o infrator" PS
22/02/2024 23:43

Nvidia carrega S&P 500 e Nasdaq ao colo para novos máximos históricos
22/02/2024 21:47

Reddit avança com pedido para entrar em bolsa
22/02/2024 21:11

Governo volta a dar mais tempo para construir centrais solares dos leilões de 2019 e 2020
22/02/2024 19:16

Portway e sindicatos chegam a acordo para atualizações salariais
22/02/2024 19:04

Relação de Lisboa torna urgente condenação à Sonae e EDP. Processo vai decorrer nas férias judiciais
22/02/2024 18:10

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco