Este website utiliza cookies (identificadores de sessão) para ter uma melhor experiência de navegação, utilização e para personalizar o conteúdo e anúncios disponibilizados. Clique aqui para obter mais informação sobre a utilização dos cookies e alterar os parâmetros de gestão de cookies.

Cookies Essenciais

  • Essenciais

  • Analíticos

  • Funcionalidade

  • Remarketing

Cookies Essenciais

São necessárias para otimizar a navegação e aceder a certas áreas e funcionalidades do website (acesso a áreas seguras do website através de um início de sessão). Estes Cookies estão sempre ativados.

Estes Cookies estão sempre Activos

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Economistas e engenheiros defendem aeroporto em Alcochete
29-09-2022 18:38

Alcochete é, para já, a localização recomendada pelas Ordens dos Economistas e dos Engenheiros para a construção do novo aeroporto de Lisboa.

As duas organizações não rejeitam, no entanto, a solução Santarém, mostrando disponibilidade para estudá-la mais a fundo quando houver informação adicional sobre essa proposta.

As ordens representativas das duas classes profissionais uniram-se para tomar uma posição conjunta sobre a localização da nova infraestrutura, e desde logo criticam as soluções duais, que dizem não ser eficazes nem contribuir para o desenvolvimento do país.

Entrevistado pelo Negócios, o bastonário dos economistas considera que as soluções duais podem justificar-se apenas no curto prazo. António Mendonça lembra no entanto que estas opções podem ser úteis se implementadas de forma transitória, mesmo que a decisão seja a de construir uma infraestrutura única.

O bastonário da Ordem dos Engenheiros, Fernando Almeida Santos, acrescenta outro argumento contra as soluções duais. "Dou um exemplo de forma anedótica mas realista: se formos para uma solução com um aeroporto de cada lado do Tejo, se um deles não comportar aviões de grande porte e alguém vem, por exemplo, de Estocolmo para o Brasil com escala em Lisboa, vai demorar mais tempo em trânsito de um terminal para o outro do que demorou a chegar da Suécia", explica, concluindo que tal "não faz sentido".

Três das cinco soluções são duais

Esta posição significa, desde logo, a rejeição de três das cinco soluções que estão hoje em cima da mesa: a que prevê que a Portela continue como infraestrutura principal e o Montijo como complementar; a que determina que serão estas as duas localizações, mas com papéis inversos; e finalmente a que mantém a Portela como aeroporto principal, e Santarém como secundário.

Para as duas ordens sobram, assim, duas soluções: Alcochete e Santarém. E como sobre esta ainda há pouca informação, as organizações, para já, recomendam a localização a sul do Tejo, até porque Alcochete já foi alvo de vários estudos. "Alcochete tem o melhor conjunto de efeitos na economia", sustenta António Mendonça. Esta solução não lhe é estranha: era ministro das Obras Públicas em 2009, quando esta foi a opção escolhida pelo governo que integrava – dois anos depois, com a queda do executivo liderado por José Sócrates e o resgate da troika, a obra acabou por não ir para a frente.

Santarém tem outra desvantagem à partida: os 80 quilómetros de distância da capital. O bastonário dos engenheiros sublinha a comparação com Madrid, cujo aeroporto principal está a menos de 20 km da cidade.

"Espero que não seja apenas mais uma temporada da novela"

Isto não significa, no entanto, uma rejeição definitiva da solução que prevê a construção do aeroporto na capital ribatejana. "Já passaram muitos anos e temos de estar abertos a discutir em profundidade outras possibilidades, como Santarém e Alverca, embora estas opções pareçam extemporâneas", afirma António Mendonça. Também Fernando Almeida Santos garante abertura para analisar outras soluções.

O bastonário dos economistas deixa ainda um alerta: "O risco de uma má decisão pode ser pior que o de uma não decisão". E por isso diz esperar que o capítulo que agora se inicia "não seja apenas mais uma temporada da novela a que temos assistido".

Ordens integram comissão técnica

As duas Ordens fazem parte da comissão técnica que vai analisar as várias opções e que também inclui presidentes de entidades como os municípios envolvidos nas soluções que já estão em cima da mesa, o Conselho Nacional do Ambiente, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, o Conselho de Reitores, o Conselho Superior dos Institutos Politécnicos, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil e um magistrado judicial jubilado.

Haverá também personalidades designadas pela Academia das Ciências de Lisboa, pela Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente, pelo Turismo de Portugal e pelo Turismo de Lisboa e Vale do Tejo.

Orçamento da saúde é melhor, mas não vai chegar, diz Correia de Campos
26-11-2022 21:00

#OneLove e o Mundial do Qatar: que braçadeira é esta, que causou tanta polémica?
26-11-2022 20:00

Sondagem: Quase dois terços veem Benfica campeão. Schmidt considerado o melhor treinador
26-11-2022 18:00

Prisão preventiva para 31 dos 35 arguidos suspeitos de tráfico de pessoas no Alentejo
26-11-2022 17:39

UE paga transporte de 40 mil toneladas de cereais ucranianos para países vulneráveis
26-11-2022 17:19

Operadora de transportes de Londres proíbe promoção do turismo no Qatar
26-11-2022 17:11

Lisboa implementa sistema de aviso de tsunami com duas sirenes na faixa ribeirinha
26-11-2022 16:57

Marcelo já fez compras de Natal mas ainda não escolheu prenda para Costa
26-11-2022 16:42

Afinal, as direções regionais de Agricultura não vão ser extintas
26-11-2022 15:49

Morreu o ?bibota? de ouro Fernando Gomes
26-11-2022 15:24

Marcelo nega entrada de Portugal na lista negra do Qatar: ?A realidade é muito simples??
26-11-2022 15:14

Costa e os preços do gás: Portugal e Espanha terão de continuar a ter "exceção ibérica"
26-11-2022 14:55

Presidente da República: ?Eu nunca me canso?
26-11-2022 14:12

Um dos supercomputadores mais poderosos do mundo foi inaugurado em Itália
26-11-2022 14:00

Qatar revê investimentos em Londres após proibição de publicidade nos transportes
26-11-2022 13:56

Marcelo avisa que 2023 será "primeiro grande teste" do qual "dependerá o resto da legislatura"
26-11-2022 13:39

Zero: Apenas 6 em 35 marcas de roupa têm iniciativas de recolha para reciclagem
26-11-2022 13:09

Ministra da Justiça defende melhoria dos processos de recuperação de empresas
26-11-2022 12:33

Presidente da República promulga diploma sobre carreira dos enfermeiros
26-11-2022 12:01

Há 176 centros de saúde com horário alargado e informação disponível ?online?
26-11-2022 11:22

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco