Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Nas TI há mais ofertas do que candidatos
13/07/2020 12:23

Aproveitando a experiência da Kelly Services no recrutamento, seleção e consultoria na área dos recursos humanos, falámos com Eduardo Alves, sourcing team leader da Kelly Search & Selection, sobre o presente e o futuro do mercado de trabalho em Portugal.

 

Quais são os setores em que há mais empregabilidade em Portugal?

 

Os setores de maior empregabilidade em Portugal são, sem dúvida, as áreas de tecnologias de informação (TI) e serviços financeiros. No setor das TI temos uma situação particular em que existem mais ofertas do que candidatos e a empregabilidade é de 100%, existindo uma escassez de recursos não só em Portugal mas também na Europa de uma forma geral.

 

No setor dos serviços financeiros assistimos a um aumento na procura de profissionais, derivado também de um aumento no número de empresas multinacionais que optaram por estabelecer os seus centros de serviços partilhados no nosso país. Em alguns casos, com um número a rondar as 1000 contratações apenas num ano, contribuindo para uma procura muito grande por profissionais nas áreas financeiras e de contabilidade, especialmente.

 

As empresas procuram cada vez mais licenciados? E que competências procuram nesses licenciados?

 

Sim, de facto as empresas procuram cada vez mais licenciados. Em primeiro lugar, porque a formação académica em Portugal aposta cada vez mais em munir os nossos alunos de competências multidisciplinares que premeiam a polivalência.

 

Vivemos num mundo bastante dinâmico, com mudanças constantes, e são as novas gerações de licenciados que poderão contribuir com a sua capacidade de adaptação a diferentes contextos e realidades laborais.

 

As empresas cada vez mais procuram competências como dinamismo, proatividade e flexibilidade. A digitalização também obriga a uma maior capacidade de assimilação de novas tecnologias e formas de trabalhar. E são estes mesmos licenciados que terão um potencial de contributo maior, dado que estão habituados desde muito novos a trabalhar com as mesmas, algo que não aconteceu com as gerações anteriores.

 

Um licenciado aufere um salário muito mais elevado do que um não licenciado?

 

Por norma, em Portugal assistimos a essa realidade. Os licenciados continuam, na sua maioria, a receber mais do que os não licenciados. A exceção será na área de tecnologias de informação, ou em funções muito técnicas da área de engenharia em que a valência técnica prevalece sobre a formação académica.

 

 

Por norma, em Portugal assistimos a essa realidade. Os licenciados continuam, na sua maioria, a receber mais do que os não licenciados. A exceção será na área de tecnologias de informação, ou em funções muito técnicas da área de engenharia em que a valência técnica prevalece sobre a formação académica.

Explosões em Beirute causam mais de uma centena de mortos e 4.000 feridos
05/08/2020 07:25

Companhia aérea Virgin Australia encerra filial e corta 3.000 postos de trabalho
05/08/2020 07:22

Reclamações disparam no confinamento e Mário Centeno com o Banco de Fomento
05/08/2020 07:00

Marcelo diz que aplicação 'Stayaway covid' abre caminho que espera frutuoso para portugueses
04/08/2020 23:12

Explosões em Beirute: Governo sem registo de portugueses entre vítimas mortais
04/08/2020 23:04

EUA e China analisam a 15 de agosto cumprimento do acordo comercial
04/08/2020 22:13

Estímulos e energia dão força a Wall Street
04/08/2020 21:35

Mexia investe 26 mil euros no aumento de capital da EDP. Espanhóis avançam 73,8 milhões
04/08/2020 21:26

Mais de 40% das empresas de restauração e bebidas admitem pedir insolvência
04/08/2020 20:45

Turismo no interior com maior procura face a 2019, diz Governo
04/08/2020 20:29

Câmara de Lisboa aprova protocolo para estudar solução de metro de superfície
04/08/2020 19:25

EDP Distribuição propõe investimento de mais de 1.000 milhões de euros na rede até 2025
04/08/2020 19:22

Sonae refinancia mais 122,5 milhões de dívida e emite empréstimo obrigacionista
04/08/2020 18:53

Ouro passa fasquia nunca alcançada dos 2.000 dólares
04/08/2020 18:17

Mortes excessivas, a Democracia e o Turismo
04/08/2020 17:42

Violentas explosões abalam Beirute, no Líbano
04/08/2020 17:05

PSI-20 mantém ganhos com CTT a disparar mais de 6% para máximo de fevereiro
04/08/2020 16:46

Marcelo promulga diploma relativo à app anti-covid
04/08/2020 16:41

Anacom propõe novas regras para rescisão de contratos com operadoras
04/08/2020 15:55

Ford substitui CEO Jim Hackett num esforço de mudança
04/08/2020 15:13

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco