Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Portugueses "explodem" cartão de crédito para garantir liquidez
01/04/2020 09:49

Desde o início do estado de emergência que os pagamentos com recurso ao cartão de crédito "explodiram", com os portugueses a preferir manter a liquidez para gastar com bens mais essenciais.
 
Os pagamentos com cartão de crédito estão a subir 3% a cada dois dias – "15,8% em 15 dias e deve ultrapassar os 32% até final da segunda fase do estado de emergência, em detrimento de meios mais utilizados até então como o PayPal e o MBway", avança a "fintech" EuPago, que fez uma análise a clientes de comércio eletrónico a atuar no mercado português.
 
"As pessoas estão a comprar muito, mas querem ‘segurar’ o dinheiro, e, claramente, o cartão de crédito deixou de ser um recurso residual nos sistemas de pagamento usado pelos portugueses para assumir uma curva de crescimento bastante acentuada", explica José Veiga, co-CEO da EuPago.
 
Nos primeiros 15 dias do estado de emergência, revela a EuPago, o valor médio de compras cresceu 61%, ou seja, de 25,54 para 40,94 euros.
 
Criada em 2015, a EuPago é uma instituição de pagamento acreditada e supervisionada pelo Banco de Portugal, especializada no apoio a pagamentos realizados pela internet com soluções que vão desde o "e-commerce" empresarial a vendas particulares, nomeadamente Payshop, Paysafecard, MBway, Paysafecash e débito directo, tendo desde julho começado a processar faturas de águas.
 
A tecnológica para a área financeira garante que, no ano passado, ultrapassou os sete milhões de transacções, correspondentes a 270 milhões de euros em volume transaccionado, com receitas para a empresa criada no Porto de 3,4 milhões de euros.
 
Para este ano, o objectivo da EuPago é superar os 10 milhões de transacções, "e os objetivos a médio prazo da empresa passam claramente pela expansão europeia".
 

Nova proposta de condenação da China já está nas mãos de Trump
28/05/2020 00:49

Bruxelas reforça fundo da retoma sem esquecer países frugais
27/05/2020 20:58

Irmãos Martins e Mota-Engil cobrem 22 milhões de prejuízos acumulados na Martifer
27/05/2020 20:04

Comissão quer montante global de 2,39 biliões de euros para a recuperação
27/05/2020 15:18

Von der Leyen quer pôr "preconceitos de lado" e apoio a novo "passo ousado"
27/05/2020 13:42

A direção certa para fazer a diferença
27/05/2020 12:49

O aluno é o centro das atenções
27/05/2020 12:25

O que procuram nas escolas?
27/05/2020 12:10

"Saber-fazer"
27/05/2020 11:55

SIBS: Travão às comissões bancárias pode deixar entidades nacionais em desvantagem
27/05/2020 11:37

Programas executivos são curtos, focados e instrumentais
27/05/2020 11:28

Objetivo: desenvolver a região de Entre Douro e Vouga e o país
27/05/2020 11:21

UE propõe Fundo de Recuperação com 500 mil milhões a fundo perdido
27/05/2020 11:21

SAD do Porto informa CMVM que Marcano pára pelo menos três meses
27/05/2020 11:09

Alemanha prolonga restrições de contacto social até 29 de junho
27/05/2020 10:23

Filipe Silva: "Portugal é um exemplo no combate à pandemia"
27/05/2020 10:07

PSI-20 em leve alta toca em máximos de dois meses e meio
27/05/2020 08:11

Wall Street ganha asas com expectativa de vacina e reabertura da economia em dia de regresso ao "flo
26/05/2020 21:16

Parlamento alarga proteção dos sócios-gerentes
26/05/2020 21:04

Quando os corajosos são os mais cobardes
26/05/2020 20:34

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco