Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Johnson avisa: "Vamos sair da UE a 31 de outubro, com ou sem acordo"
24/05/2019 17:06

"Vamos sair da União Europeia a 31 de outubro, com ou sem acordo", disse esta sexta-feira, 24 de maio, o ex-ministro Boris Johnson, que é agora um dos principais candidatos a substituir Theresa May à frente do governo do Reino Unido. Numa conferência em Interlaken, na Suíça, o homem que deu a cara pela campanha de saída do Reino Unido da União Europeia, em 2016, garantiu agora que se chegar a primeiro-ministro vai negociar de forma diferente do que fez May, e dura, com os Estados-membros. "A forma de ter um bom acordo é prepararmo-nos para uma situação de não acordo", defendeu, citado pela Bloomberg. "Para conseguir as coisas feitas é preciso estar preparado para virar as costas", somou.As palavras de Johnson chegam depois de Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, já ter garantido que independentemente do líder britânico que conduza as negociações, o acordo de saída alcançado em novembro do ano passado não vai sofrer alterações.O documento já chumbou três vezes no Parlamento britânico e o principal ponto a que os deputados se opõem é a solução para a fronteira irlandesa. Neste momento, Johnson é o favorito na corrida entre os conservadores, mas os resultados são sempre muito imprevisíveis. Sobre a prestação de May, que se demitiu esta manhã, o candidato disse que a primeira-ministra foi "paciente e estoica" a enfrentar as dificuldades. Mas o "papel do nosso próximo líder no Reino Unido, seja homem ou mulher, é sair bem da União Europeia e arrumar o Brexit", acrescentou, citado pela Reuters.May abandona o cargo a 7 de junho.

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco