Este website utiliza cookies (identificadores de sessão) para ter uma melhor experiência de navegação, utilização e para personalizar o conteúdo e anúncios disponibilizados. Clique aqui para obter mais informação sobre a utilização dos cookies e alterar os parâmetros de gestão de cookies.

Cookies Essenciais

  • Essenciais

  • Analíticos

  • Funcionalidade

  • Remarketing

Cookies Essenciais

São necessárias para otimizar a navegação e aceder a certas áreas e funcionalidades do website (acesso a áreas seguras do website através de um início de sessão). Estes Cookies estão sempre ativados.

Estes Cookies estão sempre Activos

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Lisboa fecha inalterada com Galp a tombar 3,5%
21-11-2022 16:50

O PSI terminou a sessão desta segunda-feira nos 5.766,14 pontos, apenas 0,12 pontos acima do fecho de sexta-feira. A praça portuguesa divergiu das principais bolsas da Europa Ocidental, que seguem em terreno negativo, com exceção de Madrid.

Das 15 cotadas do índice nacional, 11 fecharam em alta e quatro no vermelho.

As perdas de três dos pesos pesados do PSI impediram a bolsa portuguesa de registar ganhos.

A Galp tombou 3,47%, num dia em que os preços do petróleo nos mercados internacionais afunda cerca de 6% com rumores de que a OPEP pretende aumentar a produção a partir de janeiro.

Também o BCP e a EDP, duas das cotadas com maior peso no índice, recuaram 0,92%, para 0,1511 euros, e 0,65%, para os 4,403 euros, respetivamente.

No vermelho fecharam também os CTT, com uma queda de 1,23%, para os 3,21 euros.

Pela positiva, destacou-se a Semapa, que avançou 2,33%, para 14,04 euros, no dia em que os acionistas da Navigator deverão aprovar a distribuição de um dividendo extraordinário proposta pela Semapa.

A REN avançou 2,16%, até aos 2,605 euros, enquanto a Mota-Engil ganhou 1,79%, fechando nos 1,248 euros.

Com subidas acima de 1% estiveram igualmente a Nos (1,61%), Navigator (1,54%) e Greenvolt (1,24%).

Nota ainda para a Jerónimo Martins, a cotada com maior peso no índice, que avançou 0k,78%, terminando o dia a valer 20,6 euros. Enquanto a outra retalhista, a Sonae, valorizou 0,53%, para os 0,9565 euros.

A EDP Renováveis subiu 0,18%, encerrando a cotar nos 22,34 euros.

Microsoft integra tecnologia da criadora do ChatGPT nos motores de busca
08-02-2023 12:50

Portuguesa Boost IT duplica vendas e quer contratar mais 250 pessoas
08-02-2023 12:39

Governo prepara "cartão refeição" para os transportes
08-02-2023 12:32

Biden deixa alerta à China no discurso do Estado da União
08-02-2023 12:15

Governo vai a Belém fazer balanço do PRR e Marcelo visita obras no terreno
08-02-2023 11:52

Desemprego agrava-se e taxa avança para 6,5% no quarto trimestre
08-02-2023 11:35

Portugal já recebeu terceiro "cheque" de 1,8 mil milhões do PRR
08-02-2023 11:30

Portugal emite mil milhões em dívida a dez anos com juro de 3,2%
08-02-2023 11:23

Famílias portuguesas são das poucas em que o rendimento ainda está abaixo do pré-pandemia
08-02-2023 11:05

Investigadores do Porto desenvolvem sistema de apoio a combate a catástrofes naturais
08-02-2023 10:39

Duarte Cordeiro: "Ainda este ano haverá navios elétricos a navegar no Tejo"
08-02-2023 10:34

Qantara investe mais de 500 milhões no desenvolvimento de parque logístico em Grândola
08-02-2023 09:34

Lucro da Société Générale cai 64% em 2022 devido à saída da Rússia
08-02-2023 09:04

Guimarães desenvolve projeto para reduzir desperdício alimentar
08-02-2023 08:56

BCE diminui requisito de capital da Caixa e mantém o do BCP e Novo Banco
08-02-2023 08:52

TAP perde 444 milhões com novos aviões Airbus
08-02-2023 08:40

Lisboa esboça sorriso em dia com pleno de ganhos
08-02-2023 08:15

Lucros do BNU caem 28% para 37,2 milhões de euros em 2022
08-02-2023 08:10

5 coisas que precisa de saber para começar o dia
08-02-2023 07:30

O IMI das barragens, a escalada dos elétricos e mais uma moeda única
08-02-2023 07:27

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco