Este website utiliza cookies (identificadores de sessão) para ter uma melhor experiência de navegação, utilização e para personalizar o conteúdo e anúncios disponibilizados. Clique aqui para obter mais informação sobre a utilização dos cookies e alterar os parâmetros de gestão de cookies.

Cookies Essenciais

  • Essenciais

  • Analíticos

  • Funcionalidade

  • Remarketing

Cookies Essenciais

São necessárias para otimizar a navegação e aceder a certas áreas e funcionalidades do website (acesso a áreas seguras do website através de um início de sessão). Estes Cookies estão sempre ativados.

Estes Cookies estão sempre Activos

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Oleoduto ucraniano volta a funcionar, após Hungria pagar tarifa pela Rússia
10-08-2022 14:31

A Ukrtransnafta, empresa ucraniana responsável pelo oleoduto de Druzhba, está pronta para retomar a circulação de petróleo através do braço sul da infraestrutura, que serve a Hungria, Eslováquia e República Checa.

O retomar dos fluxos deverá acontecer ao final do dia desta quarta-feira, isto depois da Rússia ter suspendido a 4 de agosto a exportação desta matéria-prima através da infraestrutura. Em causa estava a impossibilidade por parte da empresa russa exportadora de petróleo Transneft, de realizar o pagamento de um imposto de trânsito à Ukrtransnafta.

A empresa russa revela que realizou os pagamentos de agosto a 22 de julho, através do Gazprombank, mas o montante acabou por voltar para trás a 28 de julho. Ora, a disputa ficou terminada depois da maior refinadora húngara MOL Nyrt ter pago o tal imposto de trânsito à Ukrtransnafta e a Rússia ter aceite a solução, de acordo com declarações de Igor Dyomin, porta-voz da Transneft.

Em comunicado a refinadora húngara explica que "foram conduzidas negociações com a Ucrânia e a Rússia para retomar o transporte através do oleoduto" e adiantou que "foi transferido o imposto para o uso da secção ucraniana" do braço sul do Druzhba.

Todo este problema acontece porque os bancos europeus estão impossibilitados de receber transferências de bancos russos, devido a sanções aplicadas pela União Europeia e não podem tomar estas decisões de forma unilateral, sem antes consultar o regulador europeu. O contrato feito entre as duas empresas obriga ao pré-pagamento a 100% de uma taxa sobre os fluxos de petróleo.

Em circunstâncias normais a Rússia fornece cerca de 250 mil barris de petróleo diários através do oleoduto de Druzhba, que serve a Hungria, Eslováquia e República Checa.

Já 500 mil pessoas atualizaram dados nas Finanças para receber apoio de 125 euros
27-09-2022 09:38

Trabalhadores com salário mínimo perdem poder de compra
27-09-2022 09:16

87% dos apoios às empresas são sustentados com verbas dos fundos europeus
27-09-2022 08:51

PSI recupera perto de pleno de ganhos
27-09-2022 08:21

Lucros das empresas industriais da China caem 2,1% entre janeiro e agosto
27-09-2022 08:02

Fruta europeia - portuguesa incluída - está "altamente contaminada" com pesticidas
27-09-2022 07:56

5 coisas que precisa de saber para começar o dia
27-09-2022 07:30

O aeroporto em Santarém, a corrupção nas "commodities" e o salário mínimo
27-09-2022 07:01

Lojas pedem regulação de rendas nos shoppings
26-09-2022 22:10

Comissário da Economia insta novo governo italiano a cumprir acordo de Draghi
26-09-2022 21:53

BCE estuda possibilidade de incorporar blockchain nos seus serviços
26-09-2022 21:25

Wall Street "vive West Side Story" e fecha no vermelho. "Yield" da dívida perto dos 4%
26-09-2022 21:21

Cleanwatts anuncia acordo para produzir energia verde em São Tomé e Príncipe
26-09-2022 21:09

Fuga de gás detetada em gasoduto que liga Federação Russa à Europa
26-09-2022 20:50

Providência contra extinção da Fundação Berardo enviada para o Supremo Tribunal Administrativo
26-09-2022 20:03

Angola reduz taxa de juro de referência em 0,5 pontos, para 19,5%
26-09-2022 19:43

Receita fiscal empurra excedente para 2.303 milhões até agosto
26-09-2022 19:37

Apple vai fabricar iPhone 14 na Índia
26-09-2022 18:53

Governo garante pelo menos 125 euros a pensionistas. Apoios começam a ser pagos a 20 de outubro
26-09-2022 18:25

CGD vai continuar com uma posição de capital acima da média da Europa, garante Paulo Macedo
26-09-2022 18:13

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco