Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

CDS quer "influenciar a governação" mas só integra executivo se tiver força
20/01/2022 18:58

O presidente do CDS admitiu hoje pretender que o partido "tenha força para influenciar a governação" de Portugal, mas só integrará um próximo executivo se conseguir fazer valer as suas propostas.

"Eu quero que o CDS tenha força para influenciar a governação do país. Se tiver força e influenciar verdadeiramente a governação do país, podemos discutir se o CDS entra ou não para um governo, mas essa é uma questão posterior", afirmou Francisco Rodrigues dos Santos.

"Ser tiver força, se os portugueses me derem a confiança do seu voto, podem ter a certeza de que estas medidas que eu proponho vão mesmo para a frente. E se forem para a frente, se tiverem inscritas no programa de governo, então sim senhor, o CDS quer ter responsabilidades governativas", defendeu.

Falando aos jornalistas no final de uma ação de campanha em Coimbra, acompanhado pelo cabeça de lista por aquele círculo, Jorge Almeida, o líder centrista foi taxativo: "Se o CDS não tiver a força para inscrever estas propostas no programa de Governo, então não vai para o Governo fazer nada".

E salientou que está na política "com total desprendimento, mas com uma fidelidade profunda aos valores" em que acredita, bem como "às propostas que estão no compromisso eleitoral" com que o CDS-PP se apresenta às eleições legislativas de 30 de janeiro.

"Eu quero que os portugueses, se pensam como nós, então que votem em nós e o CDS vai para o Governo de Portugal certamente", apelou.

Apontando que quer "que o país cresça economicamente, que diminua os índices de pobreza e que tenha oportunidades para os mais jovens", Francisco Rodrigues dos Santos garantiu que vai "lutar para que todos os votos no CDS contribuam para implementar este programa reformista".

Questionado sobre se já conversou com o presidente do PSD, uma vez que Rui Rio não excluiu hoje que, num eventual Governo de centro-direita, a pasta da Defesa possa ser atribuída ao CDS-PP, o presidente centrista respondeu negativamente. "Nós não tivemos conversas a esse respeito", afirmou.

Depois das declarações do líder social-democrata, o presidente do CDS defendeu na ação anterior, em Leiria, que o Ministério da Defesa Nacional "ficaria muito bem entregue" ao partido, mas ressalvou que não é um objetivo seu ser ministro porque não quer "o poder pelo poder".

Em Coimbra, Rodrigues dos Santos foi questionado também sobre os médicos de saúde pública terem recomendado horários e locais próprios de votação nas legislativas para quem está em isolamento devido à covid-19, para evitar cruzamento de pessoas, e sugerido escusa de responsabilidade civil até final de fevereiro.

"O que acontece é que estamos a excecionar, através de uma resolução de Conselho de Ministros, regras gerais para toda a população. De facto isto baralha os portugueses, retira confiança no sistema e uma vez mais demonstra que o Governo está de trapalhada em trapalhada a tenta resolver problemas que ele próprio cria, em vez de tornar o sistema verdadeiramente transparente, claro e assegurar a confiança dos portugueses nas regras que estão a ser cumpridas", criticou.

E apontou que alertou "a tempo a horas que a melhor solução era alterar a lei eleitoral para permitir aos confinados e infetados votarem" no dia 29 e os restantes eleitores no dia 30.

App Too Good To Go salvou 52 milhões de refeições. Um milhão eram portuguesas
18/05/2022 13:20

Concorrência dá luz verde à compra da Efacec pela DST
18/05/2022 13:13

BCE avisa bancos para reavaliarem as projeções
18/05/2022 13:07

Rússia paga dívida externa em rublos e recusa declarar incumprimento
18/05/2022 13:02

Défice da balança de bens regista nível mais alto desde 2008
18/05/2022 12:46

Glovo planeia "entregar" 40 milhões de euros em investimento em Portugal este ano
18/05/2022 12:34

Metal português bate recorde de exportações com EUA a dobrar para 208 milhões
18/05/2022 12:17

Preços na produção industrial disparam, mas são mais baixos do que em março
18/05/2022 11:55

25% dos desempregados no final de 2021 encontraram trabalho
18/05/2022 11:36

Portugal coloca 1.500 milhões de euros a 6 e 12 meses com juros mais altos
18/05/2022 11:28

Inflação na zona euro estabiliza nos 7,4% em abril
18/05/2022 10:06

Conselho Económico e Social avança com estudo sobre o vício da raspadinha
18/05/2022 09:54

Siemens Energy admite comprar 33% da Gamesa e retirá-la de bolsa
18/05/2022 08:52

Lisboa abre em alta com Greenvolt a liderar ganhos após compra na Roménia
18/05/2022 08:21

Tarifas dos táxis vão subir em média mais de 8% a partir de junho
18/05/2022 08:05

Greenvolt compra parque solar fotovoltaico na Roménia por 83 milhões
18/05/2022 07:32

A compensação na IP, a Bosch e uma década de Facebook
18/05/2022 07:01

IGCP leiloa até 1.750 milhões de euros em dívida a seis e a 12 meses
18/05/2022 06:55

EUA processam magnata dos casinos Steve Wynn por atuar ao serviço do governo chinês
18/05/2022 06:45

Greve dos trabalhadores impede circulação do Metro de Lisboa até às 09:30
18/05/2022 06:42

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco