Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

O poder de Marcelo, o alarme na banca e um "auf wiedersehen"
28/10/2021 07:01

Bom dia,


E bem-vindo ao dia seguinte ao chumbo do Orçamento do Estado na Assembleia da República. A primeira vez em 47 anos de democracia. É confuso o que agora temos pela frente, mas tentaremos ajudá-lo a encontrar explicações. Primeira conclusão: o poder está nas mãos do Presidente da República. Não é pacífica entre os constitucionalistas a ideia de que, dissolvido o Parlamento, o Governo mantém a plenitude dos seus poderes. Ainda que assim seja, Marcelo tem veto absoluto e poder para o demitir.

Com a queda do Orçamento do Estado caem também medidas que estavam previstas no documento. O alargamento do teletrabalho é um desses casos. As empresas e os trabalhadores que estavam à espera da nova lei sobre teletrabalho podem ter de esperar mais já que, com a dissolução do Parlamento, os diplomas caducam.


E o que se passou na quarta-feira no Parlamento? O chumbo foi o resultado já conhecido, mas o futuro também se jogou no hemiciclo. O primeiro-ministro parecia já estar em campanha, atacou à esquerda e à direita, e pediu uma "maioria reforçada". Num debate quente, a irritação com os bloquistas foi evidente. Com o PCP, houve bloqueios por ultrapassar.


E enquanto em São Bento, na Assembleia da República, se vivia um alvoroço depois do chumbo do Orçamento do Estado, no mercado obrigacionista os juros da dívida da República Portuguesa foram "assobiando para o lado". Pelo menos, para já. Até porque, no momento em que o OE 2022 foi rejeitado pelos partidos, já os mercados europeus tinham encerrado.


Em Bruxelas também houve novidades que têm reflexo na banca nacional. A Comissão Europeia apresentou novas medidas para o setor financeiro, mas o prazo para aplicação volta a derrapar. Ainda assim, o vice-presidente da Comissão Valdis Dombrovskis, em entrevista ao Negócios, diz que há casos piores. E promete ter em conta as diferentes realidades nacionais.


Por cá, a crise energética é uma preocupação do setor financeiro. O BCP apresentou resultados e, quando a expectativa era conhecer o impacto das moratórias, Miguel Maya surpreendeu alertando que o risco que verdadeiramente paira sobre a banca é o impacto da crise energética nas empresas. O banqueiro acredita que o custo dos combustíveis e também os problemas com as cadeias de abastecimento são um problema para o tecido empresarial que acabará por ir bater à porta dos bancos.


Nos mercados, um adeus alemão que muda o paradigma no Banco Central Europeu. Jens Weidmann, presidente do Bundesbak, diz "auf wiedersehen" ao cargo o que pode abrir a porta a uma perda de influência dos "falcões" dentro do supervisor europeu. Com a saída de "Mr. Nein", as pombas ganham asas em Frankfurt.


Em dia de entrada da EDP Brasil na bolsa espanhola entrevistámos o CEO da empresa, João Marques da Cruz. As ações da EDP Brasil começaram a negociar na Europa para abrir a base de investidores. A energética, que está a apostar no solar e nas aquisições, não esquece, no entanto, os EUA. Está de olho em novos acionistas.


Quinta-feira é dia de LEX e esta semana trazemos-lhe uma entrevista a Paula Gomes Freire, advogada e sócia da VdA. "Há tecnologia que já hoje faz muito melhor que humanos", aponta a especialista. Um diálogo interessante sobre a libertação do trabalho burocrático e os desafios da digitalização.


Tenha um bom dia e boas leituras.

 

 

 

 

Confirmados 34 casos da ómicron em Portugal. País já atingiu 50% do valor crítico de camas ocupadas
03/12/2021 22:13

"Vamos ver se salvamos a Páscoa de 2022", diz secretária de Estado do Turismo
03/12/2021 22:08

EUA: Joe Biden assina decreto que evita encerramento do Governo federal
03/12/2021 22:04

Francisca Van Dunen escolhida para substituir Eduardo Cabrita na Administração Interna
03/12/2021 21:42

Menos contratações do que o esperado dão cartão vermelho a Wall Street
03/12/2021 21:07

Covid-19: Testes gratuitos em 216 concelhos e ministério aumenta comparticipação
03/12/2021 20:37

Eduardo Cabrita, um ministro marcado por sucessivas polémicas
03/12/2021 19:03

Costa aceita demissão de Cabrita. "Quero agradecer estes seis anos"
03/12/2021 18:53

Impasse na decisão sobre a mensalidade para a CPAS. Direção quer aumento para 258 euros
03/12/2021 18:38

Fitch mantém "rating" da Brisa Concessão Rodoviária
03/12/2021 18:06

Eduardo Cabrita demite-se
03/12/2021 17:52

Prepare-se para atestar: Preços da gasolina caem na próxima semana
03/12/2021 17:10

EBA alerta para riscos na banca com escalada dos preços das casas
03/12/2021 17:00

Novo nome não segura Facebook. Ações da Meta caíram 20% desde setembro
03/12/2021 16:53

Lisboa com menor queda entre as praças europeias. Greenvolt dispara 5,3%
03/12/2021 16:41

Portugal tem mais 2.535 casos de covid-19. Há 21 mortes, máximo desde março
03/12/2021 16:01

Greenvolt compromete-se com gestão empresarial "sustentável e responsável"
03/12/2021 15:07

Fnac abre primeira loja de marca sustentável em Portugal
03/12/2021 14:55

Eduardo Cabrita diz sobre acidente mortal que "esclarecimento dos factos tem de ser feito"
03/12/2021 14:12

Inflação na Turquia acelera 21,3% em novembro devido à desvalorização da lira
03/12/2021 13:27

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco