Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Governo reforça dotação do regime de apoio à restruturação da vinha para 57 milhões
14/06/2021 19:52

O Governo vai reforçar a dotação do regime para a reestruturação da vinha para 57 milhões de euros na campanha de 2021-2022, face ao "elevado nível" de adesão, e estender o prazo para a decisão de candidaturas, foi anunciado.

"O Governo vai reforçar a dotação orçamental do Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (VITIS), relativa à campanha 2021-2022, para 57 milhões de euros, de modo a dar resposta ao elevado nível de adesão a esta medida de apoio e a corresponder às expectativas dos candidatos", anunciou hoje, em comunicado, o Ministério da Agricultura.

Na sequência do aumento da verba disponível, é também alargado o prazo para a decisão das candidaturas para 21 de junho.

O prazo de alteração das candidaturas, referentes à campanha 2020-2021, é também prolongado para 30 de junho, no caso das que já têm investimento realizado.

"Já no caso das candidaturas que apresentam o pedido de pagamento antecipado, as alterações podem ser submetidas até ao dia 15 de junho de 2022. O prazo para a apresentação do pedido de pagamento é prorrogado até ao dia 16 de julho de 2021", acrescentou.

Citada no mesmo documento, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, defendeu que o programa VITIS tem registado uma "grande adesão" e tem sido "estruturante para a modernização e sustentabilidade do setor".

"O setor tem mantido uma tendência exportadora, refletindo uma clara valorização dos nossos vinhos e, para tal, muito tem contribuído o aumento de qualidade e de produtividade, indissociáveis do rejuvenescimento e da modernização", apontou a governante.

PCP faz depender estabilidade política do combate à precariedade laboral
27/07/2021 22:33

BE quer contratação de equipas de saúde pública e reitera prioridades para o Orçamento
27/07/2021 22:31

Acesso a vacinas cria rutura na recuperação económica
27/07/2021 21:42

Líder do CDS-PP defende que deve ser julgado pelo resultado nas autárquicas
27/07/2021 21:17

Covid-19: Mais de metade da população com vacinação completa
27/07/2021 20:41

Novo Banco: Fernando Anastácio não se revê no relatório final e renuncia à função de relator
27/07/2021 19:56

Marta Temido deixa antever fim de distinção entre concelhos nas restrições
27/07/2021 19:15

Supertaça entre Sporting e Sp. Braga vai ter público: saiba as condições de acesso
27/07/2021 18:50

Covid-19: Governo disponibiliza 6 milhões para escolas comprarem máscaras
27/07/2021 18:36

Yunit Consulting tem nova Diretora de Marketing e Parcerias
27/07/2021 17:58

Covid-19: Costa afirma que Governo está a reunir o máximo de informação antes de decidir próximos pa
27/07/2021 17:51

Impostos encareceram gasóleo em 19 cêntimos face a Espanha, diz ERSE
27/07/2021 17:46

ERSE: Gasolina simples com 7.º aumento consecutivo em junho. Mas peso das margens desceu
27/07/2021 17:42

ASAE instaura sete processos em fiscalização a alojamento local
27/07/2021 17:37

Vista Alegre reduz perdas e aumenta receitas em 16,5% no primeiro semestre
27/07/2021 17:24

EDP Renováveis assegura contrato de venda de energia por 25 anos nos EUA
27/07/2021 17:12

Novo Banco: Relatório final da comissão de inquérito aprovado com voto contra do PS
27/07/2021 16:59

PSI-20 lidera quedas na Europa com tombo de quase 5% do BCP
27/07/2021 16:47

Évora vai ter produção de hidrogénio verde com tecnologia portuguesa pioneira
27/07/2021 16:08

FMI mantém previsão de crescimento mundial em 6% para este ano, mas com maior desigualdade
27/07/2021 15:50

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco