Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Costa contraria Marcelo: Ninguém pode garantir que não se volta atrás no desconfinamento
14-06-2021 18:16

O primeiro-ministro hoje que ninguém pode garantir que não se volta atrás no desconfinamento, sublinhando que o Governo adotará "em cada momento as medidas que se justifiquem perante o estado da pandemia".

"Se alguém pode garantir [que não se volta atrás no desconfinamento]? Não, creio que nem o senhor Presidente da República seguramente o pode fazer, nem o fez", sublinhou António Costa.

António Costa falava em conferência de imprensa no quartel-general da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês), após a cimeira que reuniu os chefes de Estado e de Governo da Aliança.

Reagindo às declarações de Marcelo Rebelo de Sousa que, no domingo, sublinhou que, no que depender dele, não haverá "volta atrás" no processo de desconfinamento, António Costa disse que crê que as palavras do Presidente da República são "subscritas por 100% dos portugueses".

"Não há qualquer português que possa dizer que deseja que haja um volte face no desconfinamento. Creio que 100% dirão aquilo que o senhor Presidente da República disse, que é: 'ninguém deseja que não haja desconfinamento'", apontou António Costa.

No entanto, o primeiro-ministro apelou à responsabilidade dos portugueses, ressalvando que, "apesar de o processo de vacinação estar a andar a um ritmo bastante bom" e a "cumprir os objetivos que tinham sido definidos", o "combate ao covid não é só o combate contra a mortalidade ou para proteger o Serviço Nacional de Saúde (SNS)".

"O combate ao covid é, em primeiro lugar, pela proteção da saúde de cada uma das pessoas. E essa saúde das pessoas é independente da idade das pessoas (...) porque há uma pergunta que ninguém sabe responder, que é: que consequências, que sequelas, esta doença e esta infeção deixará para o futuro da vida de cada uma das pessoas que é infetada?", apontou Costa.

Considerando assim "extremamente perigoso desvalorizar a gravidade da situação", o chefe do Governo relembrou que, "nas últimas semanas", o número de novos casos tem vindo "sistematicamente" a aumentar em Portugal, o que mostra que "não está a haver o ajustamento adequado dos comportamentos".

"Portanto, nós temos que fazer e manter um grande esforço e disciplina, para manter essa adequação de forma a evitar situações que são obviamente situações de risco", apontou António Costa.

Apelando assim a que "cada um" adote "os comportamentos corretos de forma a que as coisas possam evoluir bem", o primeiro-ministro referiu que a posição do Governo "é simples", e consiste em adotar "em cada momento as medidas que se justifiquem perante o estado da pandemia".

"Sempre que é possível aliviar as medidas restritivas, aliviamos as medidas restritivas porque, obviamente, a regra deve ser a da liberdade. Sempre que a evolução da pandemia nos imponha restringir qualquer movimento ou qualquer atividade, nós não deixaremos de o fazer porque, obviamente, o primado da saúde tem de prevalecer sobre tudo o resto", concluiu António Costa.

No domingo, Marcelo Rebelo de Sousa declarou que, no que depender do Presidente, não haverá "volta atrás" no processo de desconfinamento, e deu a Feira da Agricultura de Santarém como exemplo do "virar de página".

"Já não voltamos para trás. Não é o problema de saber se pode ser, deve ser, ou não. Não vai haver. Comigo não vai haver. Naquilo que depender do Presidente da República não se volta atrás", afirmou, Marcelo Rebelo de Sousa, que está hoje a visitar a Feira Nacional de Agricultura, em Santarém.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.805.928 mortos no mundo, resultantes de mais de 175,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.047 pessoas dos 858.072 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Líder do CDS-PP defende que deve ser julgado pelo resultado nas autárquicas
27-07-2021 21:17

Covid-19: Mais de metade da população com vacinação completa
27-07-2021 20:41

Novo Banco: Fernando Anastácio não se revê no relatório final e renuncia à função de relator
27-07-2021 19:56

Marta Temido deixa antever fim de distinção entre concelhos nas restrições
27-07-2021 19:15

Supertaça entre Sporting e Sp. Braga vai ter público: saiba as condições de acesso
27-07-2021 18:50

Covid-19: Governo disponibiliza 6 milhões para escolas comprarem máscaras
27-07-2021 18:36

Yunit Consulting tem nova Diretora de Marketing e Parcerias
27-07-2021 17:58

Covid-19: Costa afirma que Governo está a reunir o máximo de informação antes de decidir próximos pa
27-07-2021 17:51

Impostos encareceram gasóleo em 19 cêntimos face a Espanha, diz ERSE
27-07-2021 17:46

ERSE: Gasolina simples com 7.º aumento consecutivo em junho. Mas peso das margens desceu
27-07-2021 17:42

ASAE instaura sete processos em fiscalização a alojamento local
27-07-2021 17:37

Vista Alegre reduz perdas e aumenta receitas em 16,5% no primeiro semestre
27-07-2021 17:24

EDP Renováveis assegura contrato de venda de energia por 25 anos nos EUA
27-07-2021 17:12

Novo Banco: Relatório final da comissão de inquérito aprovado com voto contra do PS
27-07-2021 16:59

PSI-20 lidera quedas na Europa com tombo de quase 5% do BCP
27-07-2021 16:47

Évora vai ter produção de hidrogénio verde com tecnologia portuguesa pioneira
27-07-2021 16:08

FMI mantém previsão de crescimento mundial em 6% para este ano, mas com maior desigualdade
27-07-2021 15:50

Fundo do BPI vende dois Pingo Doce em resorts algarvios por seis milhões de euros
27-07-2021 15:45

Covid-19: PS diz que foi acertado marcar eleições autárquicas já para setembro longe do Inverno
27-07-2021 15:36

Meatless Farm bate os 3 milhões de euros em campanha de crowdfunding
27-07-2021 14:57

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco