Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Dow e S&P 500 caem e Nasdaq recupera. Mas o mês foi positivo para todos
26-02-2021 21:13

O Dow Jones fechou a perder 1,50%, para 30.932,37 pontos, depois de anteontem ter tocado nos 32.009,64 pontos, o valor mais alto de sempre.

 

Já o Standard & Poor’s 500, que estava a ganhar algum terreno, voltou a resvalar nos minutos finais de negociação e terminou a recuar 0,48% para 3.811,15 pontos. Na transação intradiária de 16 de fevereiro chegou aos 3.950,43 pontos – o que constituiu um novo máximo histórico.

 

Em contrapartida, o tecnológico Nasdaq Composite valorizou 0,56% para 13.192,34 pontos, depois de ontem ter afundado 3,5% naquela que foi a pior queda diária desde outubro. O seu recorde está nos 14.174,56 pontos e foi fixado a 16 de fevereiro.

 

O setor tecnológico, que tem sido dos mais fustigados nos últimos dias, em prol de títulos mais sensíveis às boas perspetivas para a evolução da economia, esteve hoje a recuperar, o que deu maior alento ao Nasdaq.

 

As tecnológicas são particularmente sensíveis à subida dos juros da dívida porque o seu valor assenta fortemente nos lucros futuros – que são descontados mais fortemente quando as taxas de juro sobem.

 

As ações da Apple, Amazon, Microsoft e Alphabet subiram entre 0,8% e 2%, mas marcaram a pior semana em meses.

 

Apesar da derrocada recente neste setor, o Nasdaq conseguiu encerrar o mês com um saldo positivo, a somar 1,4%. O mesmo sucedeu com o Dow e o S&P 500. Os setores com melhor performance mensal foram o financeiro e da energia.

 

O Dow, apesar de ter caído hoje para mínimos de três semanas, conseguiu um ganho de 4% em fevereiro, a beneficiar do facto de os investidores terem preferido títulos cíclicos que se prevê que beneficiem mais com a reabertura da economia.

 

Mas, na semana, os saldos foram negativos em Wall Street – uma tendência comum nas bolsas a nível mundial, uma vez que o forte sell-off nas obrigações estimulou os investidores a largarem ativos de maior risco, como as ações.

 

Esta semana continuou muito presente o receio da subida da inflação com a perspetiva de retoma económica, sinalizada pela menor aposta na dívida pública e consequente aumento dos juros soberanos – cujas remunerações estão assim, agora, mais atrativas.

Portugal com mais 424 casos de covid-19 e 5 óbitos
20-04-2021 14:05

ANA tem "pela primeira vez" resultados negativos em 2020
20-04-2021 13:21

As novidades do Salão Automóvel de Xangai que espera receber 1 milhão de visitantes
20-04-2021 13:18

Montijo ou Alcochete: ANA diz que lhe é "indiferente" a solução
20-04-2021 13:10

Claranet compra brasileira Mandic
20-04-2021 12:44

Mercadona constrói bloco logístico em Almeirim para servir Lisboa
20-04-2021 12:26

Circulação em Portugal na segunda-feira já foi igual ou superior à era pré-covid
20-04-2021 12:23

Exportações de vinhos cresceram 3% até fevereiro apesar de quebra nos principais destinos
20-04-2021 12:11

Bruxelas multa três empresas ferroviárias da UE em 48 milhões de euros por cartel
20-04-2021 12:02

Região de Setúbal diz que há impactos do aeroporto do Montijo que "não são mitigáveis"
20-04-2021 11:48

Banca aperta critérios de concessão de crédito no arranque do ano
20-04-2021 11:16

Biden equaciona cortar níveis de nicotina nos EUA. Dona da Marlboro perde 6 mil milhões num dia
20-04-2021 11:08

Número de desempregados inscritos é o mais alto em quase quatro anos
20-04-2021 10:57

Novo Banco: Aberta investigação sumária devido a divulgação de relatório secreto do Banco de Portuga
20-04-2021 10:48

Taiwan vende vacinas AstraZeneca a 17 euros para evitar que expirem
20-04-2021 10:21

Banco de Inglaterra junta-se aos pares no estudo de uma moeda digital
20-04-2021 09:49

Laschet é a escolha da CDU para suceder a Merkel à frente do governo alemão
20-04-2021 09:48

236 mil contribuintes já receberam reembolso de IRS
20-04-2021 09:15

Governo quer contrato do SIRESP mais seis meses mas Altice recusa renovar
20-04-2021 08:57

Modernização de aviões C-130 com atraso "crítico" num 2020 prejudicado pela pandemia
20-04-2021 08:35

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco