Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Trump admite assinar moratória sobre despejos se não houver acordo no Congresso
06-08-2020 22:05

O Presidente norte-americano afirmou hoje que tencionava declarar uma moratória sobre os despejos de inquilinos, enquanto as negociações no Congresso entre democratas e republicanos sobre novas ajudas e novos estímulos económicos continuam em situação de impasse.

"Vou fazê-lo, sim. (...) Vou fazê-lo sobre os despejos, disse Donald Trump, na rádio norte-americana WTAM 1100.

O Congresso tinha aprovado em março um plano de apoio à economia que incluía uma moratória para impedir os despejos de milhões de norte-americanos atingidos pela crise e que não podiam pagar a habitação. Mas esta ajuda acabou no final de julho.

Em ambiente de tensão pela aproximação das eleições presidenciais, as negociações sobre um novo plano de apoio continuam sem resultado ao fim de duas semanas de reuniões diárias.

A Casa Branca já garantiu que na ausência de acordo até sexta-feira, Trump pode emitir uma ordem executiva em relação a assuntos como a expulsão dos inquilinos, o prolongamento da ajuda federal aos desempregados e uma redução dos impostos sobre os salários.

Democratas e republicanos estão separados por alguns biliões de dólares, com estes a apresentarem no final de julho um programa de um bilião de dólares, depois de os democratas terem feito aprovar pela Câmara dos Representantes, que dominam, um de três biliões.

Entre os grandes pontos de desacordo está o pagamento semanal de 600 dólares por semana (correspondente a 15 dólares por hora para uma semana de trabalho de 40 horas), além do subsídio de desemprego, que tinha sido criado em março para ajudar os milhões de desempregados no quadro da crise provocada pela pandemia, e que acabou em 31 de julho.

Para alguns republicanos, esta verba desencoraja os desempregados de procurarem trabalho e propuseram a sua descida para 200 dólares. A Casa Branca admite 400 dólares, mas os democratas reafirmaram hoje a defesa dos 600 dólares.

No total, em meados de julho, os norte-americanos que estavam a receber esta ajuda eram 32 milhões. Na mesma época do ano passado, os desempregados nos EUA que recebiam subsídio de desemprego totalizavam 1,7 milhões.

A Casa Branca está a negociar diretamente com os democratas. Mas qualquer acordo precisa depois de ser ratificado pelo Senado, onde predominam os republicanos.

Marcelo acredita que "bom senso vai prevalecer" na votação do OE 2021
01-10-2020 22:35

Circulação na linha azul do Metro de Lisboa restabelecida às 23:00
01-10-2020 22:34

Tecnológicas dão gás a Wall Street
01-10-2020 21:22

Covid-19: Plano de saúde Outono-Inverno "fica aquém das necessidades", diz CNS
01-10-2020 20:41

Presidente da Altice diz que vai avaliar concurso para instalação de cabos submarinos
01-10-2020 20:35

Marcelo pede convergência e o diálogo para superar crise económica
01-10-2020 20:13

Governo aceita proibir provisoriamente fim dos contratos coletivos
01-10-2020 20:01

Obrigatório
01-10-2020 19:25

REN: Consumo de eletricidade com queda acumulada de 3,5% desde o início do ano
01-10-2020 19:21

CP denunciou contrato com Servirail para comboios internacionais
01-10-2020 18:56

5G: "Respeitamos o direito de Portugal tomar as suas próprias decisões", diz subsecretário dos EUA
01-10-2020 18:51

Bolsa de Tóquio não negociou hoje devido a falha no hardware. Nunca tinha acontecido
01-10-2020 18:42

Marcelo defende que Europa deve ser uma potência política para garantir equilíbrio
01-10-2020 18:06

Comércio propõe redução de IRC para empresas que não despeçam
01-10-2020 18:00

Rita Marques: Norte merecia "há muito tempo uma só voz" para o turismo
01-10-2020 17:55

TAP: Prioridade continua a ser recuperar empresa após saída de administradores
01-10-2020 17:42

FC Porto defronta Manchester City, Olympiacos e Marselha na Liga dos Campeões
01-10-2020 17:22

Covid-19: Reino Unido registou 6.914 novas infeções e 59 mortes e impõe mais restrições
01-10-2020 17:15

Vendas de automóveis caem menos de 10% pelo segundo mês seguido
01-10-2020 17:07

PSI-20 sobe com Renováveis e Jerónimo a registarem maior subida em três meses
01-10-2020 16:48

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco