Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Modas e bordados
06/08/2020 20:08

Tenho seguido, com a atenção possível, o tema da venda de ativos do Novo Banco. Li ontem que o assunto fora levantado por Helena Roseta, em 2019, e agora tem sido suscitado por Rui Rio.

De tudo o que tenho lido e ouvido há uma questão muito importante a esclarecer: as vendas foram previamente comunicadas a quem deviam ser, nos termos da lei? Sim ou não?

Outra questão: estas vendas de grandes carteiras de créditos ou de imóveis, com redução de preço em função do valor global, têm sido praticadas por diversas instituições financeiras, incluindo companhias de seguros? Sim ou não?

É que se já aconteceu variadíssimas vezes e se acionistas e entidades de supervisão tinham conhecimento prévio, o caso muda de figura.

Não podemos continuar com a moda que foi criada em Portugal e noutros países pelos escandaleiros: uma prática que sempre foi socialmente aceite é apresentada, de repente, como sendo uma atitude criminosa; e decisões que são participadas e autorizadas por várias pessoas e/ou entidades são ligadas ou atribuídas a uma só pessoa (ou só a algumas).

Neste caso da venda de ativos do Novo Banco, se a operação foi idêntica a muitas outras não pode esta ser isolada como um ato de gestão danosa enquanto nos outros casos equivalentes foram tidos como boa prática de gestão; e se tiver sido ato censurável então têm de ser chamados todos os que votaram, autorizaram, consentiram.

Eu sei que estamos a falar do Novo Banco que tem recebido muito dinheiro que vem dos contribuintes e/ou clientes de outros bancos. Esse é outro assunto. Sei bem o que defendi, na altura própria, sobre a venda do Novo Banco a entidades estrangeiras. Cheguei a admitir a nacionalização. Já sabia que o desfecho ia ser o que está em curso. Espero que alguns “especialistas” se lembrem das críticas que me fizeram sustentando que Portugal precisava de investimento externo, que o Banco precisava de capital estrangeiro e que não havia dinheiro em Portugal.

Infelizmente, vai havendo, para pagar tanta cláusula, mais ou menos secreta. O povo é que paga. Não venham com investigações de novela para disfarçar a história verdadeira.

 

Não venham com investigações de novela para disfarçar a história verdadeira.

Tecnológicas dão gás a Wall Street
01/10/2020 21:22

Covid-19: Plano de saúde Outono-Inverno "fica aquém das necessidades", diz CNS
01/10/2020 20:41

Presidente da Altice diz que vai avaliar concurso para instalação de cabos submarinos
01/10/2020 20:35

Marcelo pede convergência e o diálogo para superar crise económica
01/10/2020 20:13

Governo aceita proibir provisoriamente fim dos contratos coletivos
01/10/2020 20:01

Obrigatório
01/10/2020 19:25

REN: Consumo de eletricidade com queda acumulada de 3,5% desde o início do ano
01/10/2020 19:21

CP denunciou contrato com Servirail para comboios internacionais
01/10/2020 18:56

5G: "Respeitamos o direito de Portugal tomar as suas próprias decisões", diz subsecretário dos EUA
01/10/2020 18:51

Bolsa de Tóquio não negociou hoje devido a falha no hardware. Nunca tinha acontecido
01/10/2020 18:42

Marcelo defende que Europa deve ser uma potência política para garantir equilíbrio
01/10/2020 18:06

Comércio propõe redução de IRC para empresas que não despeçam
01/10/2020 18:00

Rita Marques: Norte merecia "há muito tempo uma só voz" para o turismo
01/10/2020 17:55

TAP: Prioridade continua a ser recuperar empresa após saída de administradores
01/10/2020 17:42

FC Porto defronta Manchester City, Olympiacos e Marselha na Liga dos Campeões
01/10/2020 17:22

Covid-19: Reino Unido registou 6.914 novas infeções e 59 mortes e impõe mais restrições
01/10/2020 17:15

Vendas de automóveis caem menos de 10% pelo segundo mês seguido
01/10/2020 17:07

PSI-20 sobe com Renováveis e Jerónimo a registarem maior subida em três meses
01/10/2020 16:48

Ter carro elétrico em Portugal já é mais barato do que gasóleo e gasolina no segmento médio familiar
01/10/2020 16:19

Norte abandona ?estratégia bicéfala? na promoção turística
01/10/2020 16:15

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco