Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Explosões em Beirute causam mais de uma centena de mortos e 4.000 feridos
05-08-2020 07:25

"Até agora, mais de 4.000 pessoas ficaram feridas e mais de 100 morreram. As nossas equipas continuam as operações de busca e salvamento nas áreas circundantes", informou a Cruz Vermelha libanesa, num comunicado citado pela agência de notícias France-Presse (AFP).

O Governo português indicou na terça-feira não ter indicações de que haja cidadãos nacionais entre as vítimas, disse à Lusa a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

Vários 'capacetes azuis' da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FINUL) ficaram gravemente feridos nas duas explosões.

A capital libanesa acordou hoje em choque, abalada pelas explosões, com uma potência registada pelos sensores do Instituto Geofísico Americano como um terramoto de magnitude 3.3.

No epicentro da explosão, que foi sentido no Chipre, a mais de 200 quilómetros de distância, a paisagem permanece apocalítica: contentores que parecem latas torcidas, carros queimados, ruas cobertas de papéis e detritos de edifícios de escritórios espalhados pelos rebentamentos.

Duas fortes explosões sucessivas sacudiram na terça-feira o porto de Beirute, semeando o pânico e produzindo um enorme cogumelo de fumo no céu da capital libanesa.

As violentas explosões deverão ter tido origem em materiais explosivos confiscados e armazenados há vários anos no porto da capital libanesa.

O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, revelou que cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amónio estavam armazenadas no depósito do porto de Beirute que explodiu, causando dezenas de mortos e milhares de feridos.

"É inadmissível que um carregamento de nitrato de amónio, estimado em 2.750 toneladas, estivesse há seis anos num armazém, sem medidas de precaução. É inaceitável e não podemos calar-nos sobre esta questão", disse o primeiro-ministro na terça-feira, durante a reunião do Conselho Superior de Defesa.

O nitrato de amónio é um fertilizante químico e um componente de explosivos.

"O que aconteceu hoje não ficará impune. Os responsáveis por esse desastre terão de pagar pelo que fizeram", disse o primeiro-ministro libanês na terça-feira, numa comunicação ao país pelas televisões.

Diab já prometeu mais esclarecimentos sobre "esse armazém perigoso que existe há seis anos" e pediu ajuda aos "países amigos e irmãos", para curar as "feridas profundas" do país, tendo declarado um dia de luto nacional na quarta-feira, "pelas vítimas da explosão".

Conhecimento através de uma plataforma de WhatsApp
30-09-2020 17:49

Pedro Nuno Santos: A "TAP é do povo português para o bem e para o mal"
30-09-2020 17:40

Nos já recebeu 375 milhões pela venda de torres à Cellnex
30-09-2020 17:34

EUA avisam Itália que a China quer ter presença estratégica na Europa
30-09-2020 16:56

IVA gasto em alguns setores vai poder ser recuperado nas compras seguintes
30-09-2020 16:54

Energia dá brilho ao PSI-20 no mês mais negro desde março
30-09-2020 16:43

Portugal Digital Awards é o principal prémio de transformação digital
30-09-2020 16:30

Morreu Quino, o criador de Mafalda
30-09-2020 16:20

Metade dos portugueses só quer ir ao escritório dois ou três dias por semana
30-09-2020 16:15

Os heróis anónimos dos sistemas de informação
30-09-2020 16:00

Continental põe 30 mil empregos em risco com Portugal de fora
30-09-2020 15:59

Tribunal da Concorrência confirma condenação da EDP e Sonae por pacto de não concorrência
30-09-2020 15:39

Pedro Faustino: ?O palco por excelência da economia digital em Portugal?
30-09-2020 15:30

Rio acusa Governo de passividade na resposta aos doentes não covid
30-09-2020 15:09

Finerge compra seis parques solares em Portugal
30-09-2020 14:55

O júri e o Comité Especial de Júri
30-09-2020 14:30

Novo lay-off vai apoiar empresas com quebras de faturação a partir de 25%. Apoios podem chegar a 100
30-09-2020 14:22

Casos de covid-19 em Portugal aumentam 825 e morreram mais oito pessoas
30-09-2020 14:03

Os testemunhos de quem ganhou o Portugal Digital Awards
30-09-2020 14:00

Governo lança nova linha de crédito de 400 milhões para médias empresas
30-09-2020 13:46

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco