Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Perspetiva de queda dos lucros das cotadas abala Wall Street
13/07/2020 21:11

O Dow Jones foi a exceção às quedas na sessão desta segunda-feira em Wall Street e encerrou a somar 0,04% para 26.085,80 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 recuou 0,94% para 3.155,23 pontos.

 

A pandemia de covid-19 levou o S&P 500 a mergulhar 34% face aos máximos históricos atingidos a 19 de fevereiro, com o nível mais baixo a ser fixado no dia 23 de março.

 

Desde então, o índice disparou 44%, ficando a 8 de junho positivo no ano pela primeira vez desde fevereiro. Entretanto, voltou a ter saldo negativo no ano, e hoje brilhou ao regressar ao verde no acumulado de 2020. Mas foi sol de pouca dura. Depois de estar a ganhar 1,5%, acabou por inverter para as quedas, pelo que no cômputo do ano voltou a ficar no vermelho.

 

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite – que hoje chegou a marcar um novo máximo histórico, nos 10.824,79 pontos – acabou por inverter para terreno negativo e fechou a sessão a ceder 2,13% para 10.390,84 pontos.

 

A pressionar o Nasdaq estiveram cotadas como a Alphabet e Microsoft, que ofuscaram os ganhos da Apple e da Tesla.

 

Hoje teve início a temporada de divulgação dos resultados trimestrais nos EUA, com os bons números da Pepsi, seguindo-se amanhã o Citigroup e o JPMorgan, que dão o pontapé de saída na apreentação de contas da banca.

 

Segundo as projeções dos analistas de Wall Street, citados pela CNN, os lucros das cotadas no segundo trimestre deverão ser os mais baixos desde a crise financeira de 2008, sendo antecipada uma queda média de 45%.

 

Também os dados da Refinitiv divulgados pela Reuters apontam para que no segundo trimestre possa ter-se registado a maior queda trimestral dos lucros desde a crise financeira de 2008.

 

A pressionar o sentimento dos investidores continuou também a covid-19, cujos casos têm disparado nos EUA. Nas últimas 24 horas, o número de novas infeções aumentou em 2% no país, à semelhança do que tem vindo a acontecer nas últimas duas semanas.

Era Biden dá melhor mês de sempre ao S&P 500 e Dow não ganhava tanto desde 1987
30/11/2020 21:30

Eurogrupo chega a acordo sobre reforma do MEE e 'backstop' para Fundo Único de Resolução
30/11/2020 21:07

Pilotos da TPA entregam providência cautelar para ver informação que suporta despedimentos
30/11/2020 20:24

Leia a carta em que Mexia diz que saída da EDP é a "mais difícil decisão da minha vida profissional"
30/11/2020 19:46

Em 175 concelhos, a incidência da covid aumentou numa semana. Veja no mapa como está o seu
30/11/2020 19:30

FMI: Zona Euro precisa de extensão de apoios com segunda vaga de covid
30/11/2020 18:59

EDP convoca AG para escolher novo "board". Mexia fica de fora
30/11/2020 18:50

Mantida isenção do IVA das máscaras para aquisições entre outubro e abril
30/11/2020 18:34

TAP: Sindicato do pessoal de voo pede audiências urgentes com partidos
30/11/2020 18:13

Bitcoin atinge máximo histórico de olhos postos nos 20.000 dólares
30/11/2020 18:11

CE: Controlos de fronteiras na UE ineficazes contra covid-19 e terrorismo
30/11/2020 18:05

HiPay: Portugueses aumentam em 40% as compras na Black Friday
30/11/2020 17:43

Covid-19: OMS reconhece descida nos novos casos na Europa mas recomenda cautela
30/11/2020 17:26

Presidenciais: João Ferreira desafia Marcelo a assumir candidatura "quanto antes"
30/11/2020 17:16

OPEP deixa para amanhã decisão de prolongamento dos cortes de produção
30/11/2020 17:02

PSI-20 descarrila com Mota-Engil a afundar 15% e Galp e EDP a deslizarem
30/11/2020 16:51

Mota-Engil ganha contrato de 72 milhões de euros na Polónia
30/11/2020 16:47

Portugal com mais 3.262 casos de covid-19 e 78 óbitos
30/11/2020 15:58

Morte ao Homem Branco Racista e Colonialista
30/11/2020 15:14

Biden nomeia Yellen para o Tesouro dos EUA
30/11/2020 14:50

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco