Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Rodi dá prémio de 500 euros aos 300 trabalhadores após ter fixado salário mínimo em 750
28/05/2020 16:55

Apresentando-se como líder europeu no fabrico de aros e rodas de bicicleta em alumínio e "uma referência mundial" na produção de lava-louças em aço inoxidável, a Rodi fechou 2019 com uma facturação de 34 milhões de euros, 80% dos quais foram gerados pelas exportações para cerca de 80 países dos cinco continentes.Face à boa performance da empresa, a Rodi decidiu em janeiro passado fixar o salário mínimo dos seus cerca de 300 trabalhadores em 750 euros, antecipando a meta do Governo para 2023.Entretanto, o mundo económico e financeiro entrou praticamente em colapso. Mas eis que, "apesar das incertezas e constrangimentos que a pandemia covid-19 provocou na economia mundial", a administração da Rodi decidiu atribuir um prémio no valor mínimo de 500 euros a todos os seus colaboradores, "pelo bom desempenho da empresa durante o ano de 2019", anuncia a empresa, em comunicado.Uma iniciativa que, mesmo em tempos difíceis, "é uma demonstração inequívoca da política de gestão da Rodi, que sustenta a sua estratégia de crescimento numa forte aposta em tecnologia de ponta nas suas unidades fabris e sobretudo na valorização do seu capital humano", enfatiza a empresa de Aveiro."Este prémio será pago já no final do mês de maio", garante o CEO, Armando Levi."Temos por hábito premiar o esforço dos nossos colaboradores e este ano não será exceção, apesar de todas as contingências e alterações provocadas pela pandemia. 2019 foi um ano positivo para a RODI e isso é fruto do trabalho da nossa equipa, pelo que entendemos que é justo atribuir este prémio a todos os nossos colaboradores", afirma o presidente executivo da empresa.

Bruxelas quer acabar com competição fiscal na UE e taxar plataformas digitais
15/07/2020 13:02

Governo admite novo OE retificativo no final do ano "se for necessário"
15/07/2020 12:48

Costa: País não aguenta novo confinamento e inverno tem de ser preparado já
15/07/2020 12:15

Siza Vieira: Restrições aéreas do Reino Unido sem fundamento científico
15/07/2020 12:03

Venda de casas volta a subir em junho e com preços 14% mais altos do que há um ano
15/07/2020 11:33

Crédito ao consumo afundou 56% em maio mas recuperou de mínimo histórico
15/07/2020 11:20

Atividade turística em Portugal esteve "praticamente parada" em maio
15/07/2020 11:11

Goldman Sachs antecipa quebra de 26,4% nos lucros da EDP
15/07/2020 10:46

IGCP emite 1.750 milhões de euros com taxa mais negativas
15/07/2020 10:37

Desigualdade para todos: o regresso ao velho normal, será?
15/07/2020 10:30

Apple ganha "batalha legal" com UE em processo de 13 mil milhões
15/07/2020 10:18

Interessa ter grandes cidades?
15/07/2020 09:50

Movimento nos portos diminui 9,3% em cinco meses
15/07/2020 09:30

Saco Azul do GES financiou campanha de Cavaco e pagou a Frasquilho
15/07/2020 08:57

BCP e EDP deixam PSI-20 alinhado com os ganhos da Europa
15/07/2020 08:14

Novo Simplex simplifica declarações da Segurança Social e entrega de impostos
15/07/2020 07:44

5 coisas que precisa de saber para começar o dia
15/07/2020 07:30

TAP recebe primeiros milhões, EDP apaga a luz em Sines e banca aperta o crédito
15/07/2020 07:00

Cirque du Soleil em vias de aceitar oferta dos credores para uma recapitalização
15/07/2020 01:51

EUA saudam "consenso internacional" contra a Huawei
15/07/2020 01:07

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco