Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Receios na frente comercial voltam a abalar e nem a Boeing dá asas a Wall Street
11/11/2019 21:07

O Dow Jones foi o único dos três grandes índices de Wall Street que conseguiu encerrar com ganhos, ao chegar à tona nos minutos finais de negociação, com um ganho marginal de 0,04% 27.693,55 pontos. Já o S&P 500 recuou 0,20% para 3.087,01 pontos e o tecnológico Nasdaq Composite perdeu 0,13% para se fixar nos 8.464,28 pontos.
 
A penalizar a negociação bolsista do outro lado do Atlântico estiveram uma vez mais os receios relativamente à frente comercial EUA-China.Depois do anúncio de que Washington e Pequim iriam assinar um acordo comercial parcial (de "fase um"), provavelmente em dezembro, tinha sido posteriormente avançado que ambas as partes iriam começar também a retirar faseadamente as tarifas aduaneiras impostas ao longo do último ano e meio.
 
No entanto, na sexta-feira os EUA contrariaram essas informações, com Donald Trump a dizer que não existia ainda qualquer entendimento com a China sobre a retirada das taxas alfandegárias. Foi o suficiente para uma quebra de Wall Street, que hoje prosseguiu, dada a maior cautela assumida pelos investidores.
 
Entre as cotadas, os destaques vão para a queda da Qualcomm após uma revisão em baixa da recomendação para as suas ações, e para a subida da Walgreens Boots Alliance – depois de informações avançadas pela Bloomberg de que a KKR & CO. abordou formalmente a empresa com vista a um acordo para a sua privatização.
 
Também a Boeing sobressaiu do lado positivo, a ganhar terreno depois de a construtora aeronáutica anunciar que deverá retomar as entregas de aviões 737 Max no próximo mês. Contudo, nem as subidas da Walgreens nem da Boeing foram suficientes para levar todas as bolsas norte-americanas a fechar em terreno positivo.

Wall Street perde terreno em semana dominada por tarifas e política monetária
09/12/2019 21:19

Morgan Stanley elimina 1.500 empregos para cortar custos
09/12/2019 19:34

Operadores avisam que "a fidelização permite elevado nível de investimento"
09/12/2019 19:12

ISG lança Logística e Gestão de Operações
09/12/2019 17:33

Fecho dos mercados: China trava ímpeto nas bolsas europeias. Juros caem à espera da Fed e do BCE
09/12/2019 17:18

Governo lança programa plurianual para a Função Pública em 2020
09/12/2019 17:09

Governo deixa para quarta-feira proposta de aumentos salariais na Função Pública
09/12/2019 17:03

PSI-20 cai pela primeira vez em quarto sessões com BCP e energia a pressionar
09/12/2019 16:49

70% dos trabalhadores têxteis podem receber ordenado mínimo em 2020
09/12/2019 16:30

Queda das exportações chinesas deixam Wall Street sem direção
09/12/2019 14:54

Grupo bracarense "promove" Caminho da Fé com 26 milhões na Madeira
09/12/2019 14:54

Coreia do Norte cerra ataque e chama a Trump "velho incauto e desnorteado"
09/12/2019 13:44

Factoring em Portugal cresce quase 10% até setembro
09/12/2019 13:03

Rússia banida dos Jogos Olímpicos durante quatro anos devido a escândalo de doping
09/12/2019 10:46

IMF ? Eur/Cad poderá estar a inverter tendência de longo-prazo
09/12/2019 10:46

Oi pede mais tempo para concluir recuperação judicial
09/12/2019 10:36

Petrolífera britânica afunda mais de 50% após corte de metas de produção
09/12/2019 09:12

Finlândia vai ter a primeira-ministra a mais nova da atualidade com 34 anos
09/12/2019 08:19

Hoje é dia de Função Pública, mas o Negócios tem muito mais para lhe contar
09/12/2019 07:00

Trump lembra Kim Jong-un que tem "tudo a perder" após novo teste na Coreia do Norte
08/12/2019 18:41

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco