Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Portugal reembolsa dois mil milhões do empréstimo europeu esta quinta-feira
14/10/2019 13:13

Portugal vai reembolsar dois mil milhões de euros aos credores europeus esta quinta-feira, 17 de outubro, após ter conseguido as aprovações necessárias dos países europeus e da Comissão Europeia.A data foi anunciada esta segunda-feira, 14 de outubro, pela presidente do IGCP, Cristina Casalinho, à margem do seminário "Mercados de dívida pública – Desafios num quadro de aprofundamento da UEM" organizado pelo IGCP, o CIRSF e a Comissão Europeia. "O pagamento que vai ser realizado no dia 17 [de outubro] resulta de um compromisso que foi assumido face aos credores europeus aquando do último pagamento do reembolso antecipado ao FMI", afirmou Cristina Casalinho. A diferença é que Portugal decidiu reembolsar antecipadamente os credores europeus face ao calendário determinado nesse acordo. Quando autorizaram Portugal a pagar antecipadamente ao FMI, os credores europeus tinham exigido ao país que iniciasse os pagamentos à Europa entre 2020 e 2023, o que acaba por acontecer já em 2019.O pagamento antecipado de dois mil milhões de euros corresponde ao pagamento total de um tranche do empréstimo cuja maturidade era de agosto de 2025. Além disso, engloba também o pagamento parcial de uma tranche com maturidade de dezembro de 2025. Esse ano fica assim com um perfil de pagamentos menos intenso para o IGCP, a agência que gere a dívida pública.Com este pagamento, Portugal tem de se comprometer a fazer um primeiro pagamento de 500 milhões, já em 2022, ao Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira (MEEF).No total, os credores europeus emprestaram cerca de 51 mil milhões de euros a Portugal. Com este pagamento antecipado, o Governo português consegue assim substituir dívida com juros mais altos - o custo estimado do empréstimo do MEE é de 2,6% e o do FEEF é de 1,7% - por financiamento nos mercados a juros mais baixos numa altura em que as "yields" associadas às obrigações soberanas da Zona Euro estão em mínimos históricos. Portugal será assim o segundo país da Zona Euro que contraiu empréstimos junto do Mecanismo Europeu de Estabilidade a fazer pagamentos antecipados, ou seja, antes da maturidade. O primeiro país foi Espanha, tendo o Governo espanhol já feito nove pagamentos antecipados aos credores europeus.Segundo disse o ministro das Finanças, Mário Centeno, à Lusa no início de agosto, este pagamento "trará poupanças superiores a 100 milhões de euros em juros adicionais para Portugal nos próximos anos".

Receios na frente comercial voltam a abalar e nem a Boeing dá asas a Wall Street
11/11/2019 21:07

Barril de Brent vai ter um rival no Médio Oriente
11/11/2019 19:18

Fecho dos mercados: Guerra comercial volta a afastar Europa de máximos. Libra atinge pico de seis me
11/11/2019 17:36

Adidas vai encerrar "speedfactories" na Europa e Estados Unidos
11/11/2019 17:22

PSI-20 cai pelo segundo dia com BCP a perder 1%
11/11/2019 16:41

Woody Allen e Amazon põem fim a disputa de 68 milhões
11/11/2019 16:38

Kalanick vende 20% da posição na Uber após o período de "lockup"
11/11/2019 16:15

Quer viver na Arábia Saudita? Príncipe Salman vende vistos por 193 mil euros
11/11/2019 15:34

Negociações comerciais e Hong Kong ensombram Wall Street
11/11/2019 14:38

Loução atravessou Continentes e Mosqueteiros para aterrar na Makro de Alfragide
11/11/2019 14:20

Atividade da indústria portuguesa voltou a cair em setembro
11/11/2019 11:36

Alibaba bate recorde de mais de 30 mil milhões em vendas no dia dos solteiros
11/11/2019 11:24

Relógio Patek Philippe leiloado por um recorde de 31 milhões
11/11/2019 10:35

Banca europeia reduz malparado para 3% do crédito total. Portugal baixa para 10,5%
11/11/2019 10:35

Líder do Ciudadanos demite-se após perder 47 deputados nas eleições
11/11/2019 10:30

Economia britânica cresce no terceiro trimestre e escapa à recessão
11/11/2019 10:02

PSI-20 recua de máximos de maio com Hong Kong a pressionar Europa
11/11/2019 08:12

Independentistas saem reforçados na Catalunha
10/11/2019 23:55

PSOE vence mas pouco. Bloqueio agrava-se com subida do PP e Vox
10/11/2019 22:12

Evo Morales demite-se da presidência da Bolívia
10/11/2019 21:18

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco