Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Empresa em incumprimento com o BCP reduz posição na Pharol a metade
19/09/2019 19:17

A High Bridge Unipessoal, que detinha uma posição de 9,99% na Pharol e estava numa situação de incumprimento com o BCP, já reduziu a posição na empresa liderada por Luís Palha da Silva.
 
Num comunicado emitido à CMVM pelo BCP, uma vez que é o banco que tem os direitos de voto correspondentes à posição da High Bridge, é revelado que esta empresa reduziu a participação qualificada na Pharol para 4,88% do capital.
 
O banco liderado por Miguel Maya anunciou a 12 de agosto que tinha passado a deter 9,99% dos direitos de voto da Pharol, sendo explicado que em causa está a "imputação de direito de voto inerentes que resulta dos termos e condições de penhores financeiros que incidem sobre ações (as quais continuam a ser detidas pelo respetivo titular) e que presentemente permitem ao Banco Comercial Português vir a apropriar-se das ações ou exercer os respetivos direitos de voto."
 
Se o BCP exercer o penhor, o objetivo do banco passa por alienar os títulos. A posição de cerca de 5% que foi vendida pela High Bridge, tendo em conta a cotação desta quinta-feira, tem um valor de mercado de 5,1 milhões de euros. O valor do encaixe não foi revelado.
 
High Bridge, que tem sido associada ao empresário brasileiro Nelson Tanure – ainda que a informação nunca tenha sido confirmada - aumentou a sua posição no capital da Pharol numa altura em que o empresário estava numa guerra contra a administração da Oi, detida em parte pela Pharol. Nelson Tanure é também acionista da Oi e foi um dos opositores ao plano de recuperação da operadora brasileira, sendo um dos aliados da Pharol durante o processo.

Natixis injeta juristas e financeiros no centro tecnológico do Porto
17/02/2020 15:17

Centeno espera que coronavírus tenha "efeito temporário"
17/02/2020 14:27

CEO dos CTT critica declarações "injustas" da Anacom sobre foco na qualidade dos serviços
17/02/2020 14:17

Mercadona "pica" supermercado em Viana do Castelo
17/02/2020 13:41

Ironman procura novo dono por mil milhões
17/02/2020 13:22

OMC antecipa mau arranque do comércio mundial em 2020. Covid-19 pode ter impacto
17/02/2020 13:05

Mota-Engil ganha contrato para projeto hidroelétrico de 270 milhões na Colômbia
17/02/2020 13:05

Gigante dos portos do Dubai vai sair de bolsa
17/02/2020 12:28

Têxteis montam feira no aeroporto para tentar descolar nas exportações
17/02/2020 11:55

IMF ? Franco suíço atinge máximos de 2015 face ao euro, com aumento da aversão ao risco
17/02/2020 11:40

Fesap: Governo quer discutir férias, aumentos e subsídio de refeição até 2021
17/02/2020 11:40

Reino Unido investe 1,4 mil milhões em supercomputador para monitorizar o clima
17/02/2020 11:29

Novo caso suspeito de coronavírus em Portugal. Mulher chinesa internada em Lisboa
17/02/2020 10:30

Casinos em Macau vão reabrir após fecho por causa do vírus
17/02/2020 10:27

Motoristas de TVDE já superam taxistas em Lisboa e Porto
17/02/2020 10:27

PSI-20 guina para o verde com BCP e papeleiras ao volante
17/02/2020 08:09

A reunião do Eurogrupo e outras 4 coisas que precisa de saber para começar o dia
17/02/2020 07:30

Já morreram 1.765 pessoas devido ao cornavírus
17/02/2020 01:11

Economia japonesa com maior contração em cinco anos. Fantasma de recessão ressurge.
17/02/2020 00:32

Marques Mendes: Costa já está na fase descendente
16/02/2020 21:38

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco