Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Pistas de Powell sobre novos cortes de juros devolvem gás a Wall Street
18/09/2019 21:09

O Dow Jones encerrou a somar 0,13% para 27.147,15 pontos e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,03% para 3.006,72 pontos.
 
Já o tecnológico Nasdaq Composite não conseguiu chegar a terreno positivo, mas eliminou o grosso das perdas da sessão, fechando a deslizar 0,11% para 8.177,39 pontos.
 
Sem supresas, o banco central norte-americano decidiu-se nesta quarta-feira por um corte de 25 pontos base da taxa dos fundos federais, para um intervalo entre 1,75% e 2%.
 
E precisamente por não ter surpreendido é que as bolsas do outro lado do Atlântico reforçaram as quedas que já estavam a registar. O Nasdaq chegou a recuar mais de 1% e o S&P 500 aproximou-se desse nível de perdas.
 
Entretanto, o presidente da Fed, Jerome Powell, falou e disse que "se a economia enfraquecer, poderão ser necessários cortes mais profundos". Foi o suficiente para animar as bolsas e inverter a tendência de queda - apenas o Nasdaq não chegou ao verde, mas ficou perto.
 
Powell prometeu que a Reserva Federal se manterá vigilante e que atuará no sentido de contrariar qualquer desaceleração económica, o que animou os investidores.
 
O mercado estava expectante quanto às perspetivas para cortes adicionais este ano. E a resposta veio pouco depois: cinco responsáveis da Fed consideraram que a taxa diretora deverá manter-se no atual nível quando 2019 terminar (ou seja, sem mais mexidas), outros cinco acharam que deverá estar mais alta no fim de dezembro (isto é, regressar ao ciclo de subidas) e sete foram da opinião de que deverá ser cortada em mais 25 pontos base.
 
Após este "outlook", Powell fez as declarações sobre possíveis cortes adicionais e animou o sentimento do mercado.
 
Ainda assim, o atual cenário continua a "saber a pouco" ao presidente norte-americano, com Donald Trump a insistir em cortes mais profundos – para se baixar os juros diretores diretamente para os 0%.
Trump reagiu de imediato à esta decisão do banco central, e com o desagrado que se esperava, tendo afirmado que a Fed "não tem coragem".

PSI-20 sobe e JM com mais longa série de ganhos desde 2011
17/02/2020 16:49

Brisa aumenta lucros anuais em 22,6% para 204,5 milhões
17/02/2020 16:49

Natixis injeta juristas e financeiros no centro tecnológico do Porto
17/02/2020 15:17

Centeno espera que coronavírus tenha "efeito temporário"
17/02/2020 14:27

CEO dos CTT critica declarações "injustas" da Anacom sobre foco na qualidade dos serviços
17/02/2020 14:17

Mercadona "pica" supermercado em Viana do Castelo
17/02/2020 13:41

Ironman procura novo dono por mil milhões
17/02/2020 13:22

OMC antecipa mau arranque do comércio mundial em 2020. Covid-19 pode ter impacto
17/02/2020 13:05

Mota-Engil ganha contrato para projeto hidroelétrico de 270 milhões na Colômbia
17/02/2020 13:05

Gigante dos portos do Dubai vai sair de bolsa
17/02/2020 12:28

Têxteis montam feira no aeroporto para tentar descolar nas exportações
17/02/2020 11:55

IMF ? Franco suíço atinge máximos de 2015 face ao euro, com aumento da aversão ao risco
17/02/2020 11:40

Fesap: Governo quer discutir férias, aumentos e subsídio de refeição até 2021
17/02/2020 11:40

Reino Unido investe 1,4 mil milhões em supercomputador para monitorizar o clima
17/02/2020 11:29

Novo caso suspeito de coronavírus em Portugal. Mulher chinesa internada em Lisboa
17/02/2020 10:30

Casinos em Macau vão reabrir após fecho por causa do vírus
17/02/2020 10:27

Motoristas de TVDE já superam taxistas em Lisboa e Porto
17/02/2020 10:27

PSI-20 guina para o verde com BCP e papeleiras ao volante
17/02/2020 08:09

A reunião do Eurogrupo e outras 4 coisas que precisa de saber para começar o dia
17/02/2020 07:30

Já morreram 1.765 pessoas devido ao cornavírus
17/02/2020 01:11

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco