Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Pistas de Powell sobre novos cortes de juros devolvem gás a Wall Street
18-09-2019 21:09

O Dow Jones encerrou a somar 0,13% para 27.147,15 pontos e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,03% para 3.006,72 pontos.
 
Já o tecnológico Nasdaq Composite não conseguiu chegar a terreno positivo, mas eliminou o grosso das perdas da sessão, fechando a deslizar 0,11% para 8.177,39 pontos.
 
Sem supresas, o banco central norte-americano decidiu-se nesta quarta-feira por um corte de 25 pontos base da taxa dos fundos federais, para um intervalo entre 1,75% e 2%.
 
E precisamente por não ter surpreendido é que as bolsas do outro lado do Atlântico reforçaram as quedas que já estavam a registar. O Nasdaq chegou a recuar mais de 1% e o S&P 500 aproximou-se desse nível de perdas.
 
Entretanto, o presidente da Fed, Jerome Powell, falou e disse que "se a economia enfraquecer, poderão ser necessários cortes mais profundos". Foi o suficiente para animar as bolsas e inverter a tendência de queda - apenas o Nasdaq não chegou ao verde, mas ficou perto.
 
Powell prometeu que a Reserva Federal se manterá vigilante e que atuará no sentido de contrariar qualquer desaceleração económica, o que animou os investidores.
 
O mercado estava expectante quanto às perspetivas para cortes adicionais este ano. E a resposta veio pouco depois: cinco responsáveis da Fed consideraram que a taxa diretora deverá manter-se no atual nível quando 2019 terminar (ou seja, sem mais mexidas), outros cinco acharam que deverá estar mais alta no fim de dezembro (isto é, regressar ao ciclo de subidas) e sete foram da opinião de que deverá ser cortada em mais 25 pontos base.
 
Após este "outlook", Powell fez as declarações sobre possíveis cortes adicionais e animou o sentimento do mercado.
 
Ainda assim, o atual cenário continua a "saber a pouco" ao presidente norte-americano, com Donald Trump a insistir em cortes mais profundos – para se baixar os juros diretores diretamente para os 0%.
Trump reagiu de imediato à esta decisão do banco central, e com o desagrado que se esperava, tendo afirmado que a Fed "não tem coragem".

Wall Street à deriva sem conclusão das negociações comerciais e à espera dos resultados
14-10-2019 21:17

Estado injeta mais de 500 milhões na CP
14-10-2019 19:58

Euronext quer acelerar aposta em "green bonds" no próximo triénio
14-10-2019 19:58

Um Governo basculante
14-10-2019 19:40

A repetição das eleições
14-10-2019 19:35

Fecho dos mercados: Incerteza sobre o Brexit e acordo EUA/China deixam bolsas em queda e petróleo a
14-10-2019 17:26

PS e Bloco cancelam reunião
14-10-2019 16:20

Aveiro produz espuma para isolamento térmico com restos de rolhas
14-10-2019 16:01

Cristiano Ronaldo oferece bolsas para curso de influenciador
14-10-2019 14:57

Pessimismo com acordo comercial parcial trava Wall Street
14-10-2019 14:44

Rainha Isabel II: "Prioridade do meu governo sempre foi garantir o Brexit no dia 31 de outubro"
14-10-2019 14:26

Jorge Mendes tem novo senhorio americano no Porto
14-10-2019 13:26

Cerca de 14% da comida produzida no mundo é desperdiçada antes de chegar às lojas
14-10-2019 13:15

Portugal reembolsa dois mil milhões do empréstimo europeu esta quinta-feira
14-10-2019 13:13

Ana Gomes: "Isabel dos Santos 'lava' que se farta" e o "Banco de Portugal não quer ver"
14-10-2019 13:13

Portugal capta 610 trabalhadores estrangeiros "altamente qualificados". Informáticos do Brasil domin
14-10-2019 13:13

Volume de negócios nos serviços abranda pelo segundo mês
14-10-2019 12:06

Produção da indústria portuguesa cai mais do dobro da Europa
14-10-2019 11:15

Nobel da Economia atribuido a Abhjit Benerjee, Esther Duflo e Michael Kramer
14-10-2019 10:52

Abertura dos mercados: Pessimismo no Brexit e dados fracos da China atiram bolsas para o vermelho.
14-10-2019 09:26

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco