Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Novo regime de apoios para centrais a biomassa com luz verde
22/08/2019 10:30

O novo regime que prevê incentivos para a construção e exploração de centrais a biomassa situadas na proximidade de áreas florestais consideradas críticas em termos de risco de incêndio já entrou em vigor. O diploma que aprova as novas regras foi aprovado em Conselho de Ministros e publicado esta quinta-feira, 22 de agosto, em Diário da República.
Estes novos apoios surgem na sequência de um pedido do Estado português à Comissão Europeia da aprovação de auxílios estatais no valor de 320 milhões de euros, aprovado no inicio deste ano.
No diploma agora publicado, o Governo sublinha que este regime especial e extraordinário para a instalação e exploração de novas centrais tem um duplo objetivo: "Por um lado, descarbonizar os consumos térmicos existentes e, por outro lado, promover a eficiência energética, retirando deste regime especial a produção dedicada de eletricidade que, nesta perspetiva específica, não apresenta qualquer mais-valia".
Na prática, a nova estratégia para a biomassa desenhada pelo Ministério do Ambiente e Transição Energética, passa por abandonar os apoios públicos à produção de eletricidade e apoiar apenas projetos que envolvam energia térmica.Ou seja, a instalação descentralizada de pequenas centrais térmicas alimentadas a biomassa, que não exijam tanta disponibilidade de matéria-prima.
Para beneficiar do novo regime, os interessados têm de cumprir alguns requisitos. Além de terem que ter uma proximidade de zonas críticas de risco de incêndio ou com povoamentos florestais, as centrais só podem incorporar uma percentagem máxima de 5% de combustível fóssil como combustível auxiliar e de arranque.
A eletricidade produzida pelas centrais a biomassa e injetada na rede elétrica de serviço público (RESP) será remunerada ao preço do Mercado Ibérico de Eletricidade (MIBEL), mas terá alguns suplementos remuneratórios, nomeadamente um apoio à tarifa de venda de eletricidade de cerca de 20 milhões de euros durante 15 anos, como o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, já tinha revelado.
A potência de injeção na rede elétrica (RESP) a atribuir ao abrigo do presente decreto-lei é, contudo, limitada, "não podendo exceder no continente 60 megawatts (MW), e por cada central um máximo de 10 MW", lê-se no novo diploma.
Os pedidos de atribuição das licenças para produção e exploração terão que ser concedidos pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Rio, o homem que quer pôr o jornalismo na ordem
19/09/2019 20:25

Irão avisa Washington e Riade que qualquer ataque resultará numa guerra
19/09/2019 20:00

Trabalhadores da Amazon conseguem mudança nos processos para combater alterações climáticas
19/09/2019 19:38

Empresa em incumprimento com o BCP reduz posição na Pharol a metade
19/09/2019 19:17

Airbnb quer fazer da bolsa a sua nova "casa" em 2020
19/09/2019 18:27

Provedora da Justiça aplaude mudanças no IRS sobre salários de anos anteriores
19/09/2019 17:59

Fecho dos mercados: Bancos centrais animam bolsas europeias. Petróleo volta ao verde
19/09/2019 17:31

Pirata informático Rui Pinto acusado de 147 crimes
19/09/2019 16:39

Matrículas dos automóveis vão mudar de formato
19/09/2019 15:42

Bolsas dos EUA em leve alta após Fed cortar taxas de juro
19/09/2019 14:39

Governo tem 100 milhões para apoiar PME que queiram expandir ou que vão ser herdadas
19/09/2019 14:08

Revolut alarga plataforma de negociação de ações a todos os clientes
19/09/2019 13:08

Parlamento Europeu questiona Elisa Ferreira sobre ações da Sonae
19/09/2019 12:20

Banco de Inglaterra não mexe nos juros enquanto a incerteza sobre o Brexit persistir
19/09/2019 12:20

Portugueses já investiram 650 milhões em certificados em 2019
19/09/2019 11:38

Álvaro Sobrinho faz queixa-crime de candidato à liderança da UNITA
19/09/2019 11:14

Juros do crédito da casa descem pela primeira vez em oito meses
19/09/2019 11:08

Endividamento da economia baixa ligeiramente em julho
19/09/2019 10:57

Como Portugal se tornou no mercado imobiliário "mais quente" da Europa
19/09/2019 10:36

ERSE avisa EDP que instalação de contadores inteligentes "tem de acelerar"
19/09/2019 09:58

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco