Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Abertura dos mercados: Divisões na Fed baralham investidores e deixam bolsas e juros sem rumo
22/08/2019 09:11

Os mercados em números
PSI-20 sobe 0,20% para 4.863,05 pontos
Stoxx 600 perde 0,12% para 375,35 pontos
Nikkei valorizou 0,05% para 20.628,01 pontos
Juros da dívida portuguesa a dez anos descem 0,5 pontos para 0,118%
Euro sobe 0,15% para 1,1102 dólares
Petróleo em Londres desce 0,12% para 60,23 dólares o barril
 
Bolsas europeias sem tendência definida
As bolsas europeias seguem sem um rumo definido esta quinta-feira, 22 de agosto, depois de ter sido revelado que, na reunião em que a Fed decidiu cortar os juros nos Estados Unidos pela primeira vez em mais de dez anos, não houve consenso entre os membros do FOMC para avançar com essa medida. Enquanto alguns membros se opuseram a um corte, outros defenderam uma descida ainda maior.
 
Esta divisão na Reserva Federal não só abala a convicção do mercado de que o banco central vai prosseguir com o corte dos juros no país, como aumenta a expectativa em relação ao discurso do presidente da instituição, Jerome Powell, esta sexta-feira, em Jackson Hole.
 
Por outro lado, somam-se os sinais preocupantes sobre a evolução de grandes economias mundiais, como é o caso da Alemanha, onde o PMI dos serviços e da indústria caiu em julho, ainda que tenha superado ligeiramente as expectativas.
 
Nesta altura, o índice de referência para a Europa, o Stoxx600, perde 0,12% para 375,35 pontos.
 
Por cá, o PSI-20 sobe 0,20% para 4.863,05 pontos, animado sobretudo pelo BCP, que valoriza 0,88% para 20,59 cêntimos.
 
Juros da dívida na Europa entre subidas e descidas
À semelhança do que acontece com as ações, também as obrigações soberanas dos países doe euro seguem sem uma tendência definida. Em Portugal, os juros a dez anos descem 0,5 pontos para 0,118%, depois de o IGCP ter conseguido ontem taxas ainda mais negativas para se financiar a curto prazo. Em Espanha, a yield sobe 0,5 pontos para 0,094% e na Alemanha avança 1,3 pontos base para -0,661%.
 
Em Itália, pelo contrário, os juros das obrigações a dez anos recuam 3,5 pontos para1,292%, numa altura em que cresce a expectativa em torno de uma aliança entre o Movimento 5 Estrelas e o Partido Democrático para formar governo, o que evitaria a realização de eleições antecipadas e a possível ascensão da Liga de Matteo Salvini.
 
Dólar em queda ligeira
A moeda dos Estados Unidos segue em queda ligeira face às principais congéneres mundiais, com os investidores expectantes em relação às palavras do presidente da Reserva Federal que discursa amanhã no Fórum de Jackson Hole, que contará com a presença de outros responsáveis dos bancos centrais.
 
O índice que mede o desempenho do dólar face a um cabaz com as principais divisas desliza 0,07%, enquanto o euro ganha 0,15% para 1,1102 dólares.
Petróleo pouco alterado após queda inesperada das reservas
O petróleo segue pouco alterado nos mercados internacionais, depois deter descido mais de 1% na sessão de ontem, a reagir à queda inesperada das reservas de crude nos Estados Unidos.
 
O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, desce 0,04% para 55,66 dólares, enquanto o Brent, transacionado em Londres, recua 0,12% para 60,23 dólares.
 
Ouro e prata em queda
O ouro e a prata seguem com sinal vermelho, com os investidores à espera de perceberem que sinais dará o presidente da Fed, Jerome Powell, no seu discurso de amanhã, depois de ter sido conhecido, pelas minutas da última reunião do banco central, que há uma divisão entre os membros sobre o rumo da política monetária no país.
 
O ouro cai 0,3% para1.498,12 dólares e a prata desliza 0,62% para 17,0150 dólares.

Amazon abre 37.000 vagas de emprego
19/02/2020 15:35

CaixaBank/BPI corta preço-alvo da Nos em 1 euro e deixa dúvidas sobre o dividendo
19/02/2020 14:43

Depois da Moody's, S&P também ameaça passar Renault para "lixo"
19/02/2020 14:43

Aumentos salariais na Função Pública custam 95 milhões de euros
19/02/2020 13:58

Pedro Nuno Santos: "Não permitiremos atribuição de prémios na TAP"
19/02/2020 13:45

CaixaBank/BPI corta preço-alvo da Galp por não ver "catalisadores futuros"
19/02/2020 13:26

Nunca se produziu tanta azeitona para azeite em Portugal
19/02/2020 12:57

Pedro Nuno Santos: "Não posso garantir que no fim de 2023 está tudo feito no Ferrovia 2020"
19/02/2020 11:54

Dívida externa cai para 85,1% do PIB
19/02/2020 11:17

Portugal emite 1.250 milhões de dívida de curto prazo com taxas mais negativas
19/02/2020 10:43

154 municípios já têm estratégias locais de habitação
19/02/2020 10:27

BCP e Galp dão força à abertura da bolsa portuguesa
19/02/2020 08:15

Apple engasga Wall Street após fim-de-semana prolongado
18/02/2020 21:21

Avenue vai investir 150 milhões e apostar também em habitação para classe média
18/02/2020 20:34

Bill Gates comprou um Porsche Taycan? e Elon Musk ficou furioso!
18/02/2020 18:51

Moody's baixa rating da Renault para "lixo" após primeiro prejuízo em 10 anos
18/02/2020 18:15

Lisboa termina dia no "vermelho" com Sonae e Navigator a pressionar
18/02/2020 16:46

Agência de lóbi diz que luta de Lourenço contra a corrupção está a ter retorno
18/02/2020 16:38

Bloco chama Carlos Costa ao Parlamento para evitar branqueamento no Eurobic
18/02/2020 16:26

Vestager não se opõe à entrada dos EUA na Nokia ou na Ericsson
18/02/2020 16:07

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco