Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Há interessados na Brisa que querem a totalidade do capital
18-07-2019 19:31

A Arcus Infrastructure Partners, que detém cerca de 20% do capital da Brisa, admitiu vender parte ou a totalidade da sua posição no capital da concessionária de auto-estradas, de acordo com a informação então veiculada pela Bloomberg.
 
Há pelo menos três fundos de insfraestruturas e uma concessionária espanhola interessados em fazer uma proposta para ficarem com uma parcela do capital da Brisa, revela a Reuters esta quinta-feira, 18 de julho, citando três pessoas próximas do assunto.
 
A agência adianta que a operação poderá avaliar a Brisa entre 4 e 5 mil milhões de euros, incluindo dívida, segundo as mesmas fontes.
 
Entre os interessados estão os franceses da Ardian, os australianos da Macquarie e os americanos IFM, todos fundos focados em infraestruturas.
 
Mas os interesses não são todos iguais. A Reuters revela que entre os interessados está a GlobalVia, uma concessionária espanhola, que só avançará com uma proposta se puder comprar a totalidade do capital da Brisa.
 
Contudo, será preciso convencer os outros acionistas: o Grupo José de Mello, liderado por Vasco Mello. E, segundo a Reuters, este cenário não está afastado.
 
"Se a Arcus prosseguir com a venda, então o Grupo José de Mello vai precisar de avaliar um processo conjunto", afirmou, à Reuters, fonte próxima do processo.
 
A Brisa é detida em 33% pelo Grupo José de Mello, 20,7% pela Arcus, e o restante está nas mãos da Tagus Holding, uma parceria entre as duas empresas, com a família Mello a deter uma participação 55% enquanto a Arcus é dona de 45%.
 
A Reuters adianta que a Arcus contratou o Morgan Stanley e o BCP para vender a sua posição.
 
A Brisa e as suas filiais operam 1.628 quilómetros de estradas em Portugal, incluindo uma rede de 17 autoestradas.
 
Recorde-se que a Arcus entrou na Brisa em 2011. Foi este fundo e o grupo José de Mello que lançaram a OPA sobre a Brisa a 29 de março de 2012, operação que retirou a empresa de bolsa no ano seguinte.
 

TAP anda pode entrar em bolsa no final de 2020
07-12-2019 11:20

Centeno com apoios para um segundo mandato à frente do Eurogrupo
07-12-2019 11:09

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários
07-12-2019 11:03

Investidores aplaudem dados do emprego nos EUA e catapultam Wall Street
06-12-2019 21:05

JOM mobila Cães de Pedra para atacar no estrangeiro
06-12-2019 18:27

SPD dá nova chance a Merkel e troca exigências por "melhorias"
06-12-2019 17:51

Seguradora Fidelidade começa a operar no Chile
06-12-2019 17:28

David Rosas constrói Casa milionária para a filigrana no Porto
06-12-2019 15:59

Conselheiro de Trump diz que acordo comercial está "perto", mas corre o risco de romper
06-12-2019 15:59

Mercado laboral sólido anima Wall Street
06-12-2019 14:45

EUA criam 266 mil empregos, mais 80 mil do que o esperado
06-12-2019 13:58

Saudi Aramco começa a negociar em bolsa dia 11 de dezembro
06-12-2019 13:44

Leiloeira declara guerra a gestor de insolvência da dona do BES na falência da Prado
06-12-2019 13:16

Portugal em risco de ficar fora do Fundo de Transição Justa da UE
06-12-2019 12:41

Produção industrial alemã teve a maior queda da década em outubro
06-12-2019 12:12

TAP tem novembro com o maior número de passageiros de sempre
06-12-2019 12:12

Crédito Agrícola aumenta lucros para 105 milhões até setembro
06-12-2019 11:49

Preço dos combustíveis vai descer para mínimos de três meses
06-12-2019 11:49

Governo estuda alternativas ao IVA para baixar fatura da luz
06-12-2019 10:39

Abertura dos mercados: Bolsas sobem com otimismo na frente comercial. Petróleo à espera da OPEP
06-12-2019 09:18

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco