Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Emigrantes já podem pedir "cheque" para voltar a Portugal
05/07/2019 12:50

Os emigrantes que tenham saído de Portugal até 31 de dezembro de 2015 e que até ao final do próximo ano arranjem um contrato de trabalho em Portugal continental, por conta de outrem, já podem pedir ao Estado um "cheque" que pode ascender a 6.500 euros por agregado familiar.
 
O programa aprovado pelo Governo consiste num apoio financeiro direto e um conjunto de apoios complementares na comparticipação das despesas com a viagem de regresso, o transporte de bens ou o reconhecimento de qualificações académicas ou profissionais. Há ainda um incentivo adicional por cada elemento da família que fixe residência no país.
 
Entre as condições previstas no diploma, publicado em Diário da República esta sexta-feira, 5 de julho, está a manutenção do contrato de trabalho durante um período mínimo de 12 meses e a inexistência de "incumprimentos no que respeita a apoios financeiros concedidos pelo IEFP", que assume o acompanhamento, verificação e auditoria nesta medida.
 
O instituto público vai pagar diretamente ao emigrante um subsídio de 2.614,56 euros (seis vezes o Indexante de Apoios Sociais), majorado em 10% por cada membro do agregado familiar. A este valor pode então ser somada a comparticipação dos custos da viagem (até 1.307 euros), do transporte dos bens (até 871,52 euros) e o apoio ao reconhecimento das qualificações (até 435,76 euros).
 
Pagamento total em 13 meses
 
A portaria assinada pelo secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita, prevê que metade do apoio financeiro seja paga "no prazo de dez úteis após a entrega do termo de aceitação e demais documentação comprovativa", 25 % no sétimo mês após a data de início do contrato de trabalho e o valor restante apenas depois do 13.º mês em funções.
 
"O Governo considera ser de fundamental justiça que todos aqueles que, por uma ou por outra razão, tiveram de sair do país e que agora querem regressar, vejam asseguradas as condições de segurança, de estabilidade e de conforto no regresso a Portugal", lê-se neste diploma. A medida será avaliada daqui a dois anos em sede de Concertação Social.
 
É um programa estratégico de apoio ao regresso de trabalhadores que tenham emigrado, ou seus descendentes, e para fazer face às necessidades de mão-de-obra que hoje se fazem sentir nalguns setores da economia portuguesa. Portaria n.º 214/2019  
Além disso, o Executivo socialista, que já tinha avançado com um desconto fiscal para quem regressar ao país em 2019 ou 2020 – cumprindo as condições só paga IRS sobre metade do rendimento –, detalha que esta medida serve ainda para "fazer face às necessidades de mão-de-obra que hoje se fazem sentir nalguns setores da economia portuguesa, reforçando assim a criação de emprego, o pagamento de contribuições para a segurança social, o investimento e também o combate ao envelhecimento demográfico".
O número de imigrantes que se instalaram no país no ano passado triplicou face aos que vieram viver para Portugal no ano mais agudo da crise económica e financeira, em 2012. No entanto, apesar dos dados publicados em junho pelo INE mostrarem uma melhoria da economia e do emprego no país, esta entrada de população estrangeira não evitou que a população residente continuasse a encolher.

Sonae acompanha "com atenção e preocupação" questões do "Luanda Leaks"
20/01/2020 21:13

Paulo Pedroso sai do PS e vai deixar administração do Banco Mundial
20/01/2020 21:07

Quando a Sonangol ficou com apenas 309 dólares na conta
20/01/2020 20:48

PGR de Angola admite mandado de captura contra Isabel dos Santos
20/01/2020 20:06

Cooperação internacional penal - sedução, dificuldade e ratoeiras
20/01/2020 19:35

Isabel dos Santos: passei 20 anos a construir negócios de sucesso e a pagar impostos às autoridades
20/01/2020 19:35

EuroBic põe fim a relação comercial com entidades lideradas por Isabel dos Santos
20/01/2020 18:35

Fecho dos mercados: Jornada morna nas bolsas com investidores à espera de sinalização do BCE
20/01/2020 17:23

Ardian e Macquarie fazem ofertas pela Brisa
20/01/2020 17:05

Vila Galé aposta no setor agrícola e constrói central de frutas
20/01/2020 16:43

Vila Galé consegue quase 200 milhões de receitas em 2019
20/01/2020 16:30

Nova relação UE-Reino Unido não está a ser negociada mas já começa mal
20/01/2020 15:42

Gigantes da consultoria facilitam e legitimam negócios de Isabel dos Santos
20/01/2020 14:56

Centeno afasta maior injeção de capital no Novo Banco do que está no OE
20/01/2020 14:48

Moody's: Bancos polacos enfrentam potenciais "perdas significativas e danos reputacionais"
20/01/2020 13:52

Altri sobe mais de 4% para máximos de junho após reforço de gestores
20/01/2020 10:18

Portugal "amigo especial" da China é um "mito que não faz sentido", diz Santos Silva ao FT
20/01/2020 09:20

Aumentos salariais acima de 0,3% serão nominais e podem ser faseados
20/01/2020 09:20

PSI-20 sobe pela oitava sessão com Galp a impulsionar
20/01/2020 08:20

Ana Gomes pede demissão de Carlos Costa e Teixeira dos Santos
19/01/2020 19:56

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco