Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Certificados de aforro captaram dinheiro pelo sexto mês
22/05/2019 11:38

Os certificados de aforro voltaram a captar dinheiro, em abril. Este trata-se do sexto mês consecutivo de subscrições positivas neste produto de poupança do Estado, após um período de dois anos de resgates. Entre certificados de aforro e certificados do tesouro, o Tesouro português já conseguiu financiar-se, em 2019, em cerca de 400 milhões de euros.
O "stock" aplicado em certificados de aforro atingiu, no mês passado, 11.929 milhões de euros, segundo os dados divulgados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal. Este valor representa um aumento de 11 milhões de euros face a março, sendo que desde novembro de 2018 que estes produtos têm conseguido captar dinheiro, invertendo a tendência negativa que registavam desde outubro de 2016.
Fatores como a queda das taxas Euribor para valores negativos, a concorrência dos certificados do Tesouro – produtos que garantem uma taxa mais elevada – ou o fim de alguns prémios que ainda estavam em vigor acelerou um desinvestimento dos CA. Mas, a perspetiva de subida das taxas a partir do próximo ano e a manutenção dos juros dos depósitos em zero tem motivado um regresso a estes produtos.
Os Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC)  também captaram dinheiro, em abril. Segundo os números do Banco de Portugal, o saldo vivo destes certificados aumentou de 16.687 para 16.758 milhões de euros. Ou seja, as subscrições foram de 71 milhões de euros. Apesar do ritmo de entradas estar a diminuir, estes produtos continuam a recolher poupança, ao contrário do que era antecipado pelo Governo.
No Orçamento do Estado para este ano, o Executivo de António Costa antecipava saídas no valor de mil milhões de euros nos certificados de poupança, devido aos reembolsos dos primeiros certificados do Tesouro, que começaram a chegar à maturidade.
"A partir de outubro de 2018, os primeiros CTPM começarão atingir a sua maturidade original, estimando-se amortizações de 610 milhões a vencer em 2018 e 2,9 mil milhões de euros em 2019, a que acrescem também amortizações da série C de CA (cerca de 80 milhões em cada ano)", explicava o Governo no orçamento deste ano.
Ainda no mesmo documento, o Governo explicava que "os CTPM que vencem em 2019 beneficiavam de remunerações muito atrativas, pelo que seja por inércia, seja pela busca de outro tipo de aplicações com maior remuneração, uma parte significativa deste montante poderá não ser reinvestida em CA ou CTPC, o que poderá implicar subscrições líquidas negativas destes instrumentos em 2019".
Entre CA e CTPM, o Estado endividou-se em 82 milhões de euros, em abril, junto das famílias. No total dos quatro meses de 2019, os pequenos investidores já emprestaram ao Estado 397 milhões de euros.

ERSE avisa EDP que instalação de contadores inteligentes "tem de acelerar"
19/09/2019 09:58

Sistema de alerta de incêndio por SMS também está sob suspeita
19/09/2019 08:58

Organizações ambientais dão parecer negativo a aeroporto do Montijo
19/09/2019 07:54

EDP vai recorrer da multa da AdC
19/09/2019 07:50

Nova Expressão desiste de anulação de conversão das acções preferenciais da Inapa
18/09/2019 22:31

Pistas de Powell sobre novos cortes de juros devolvem gás a Wall Street
18/09/2019 21:09

Quem torna públicas as listas de candidatos às legislativas? Até agora, ninguém
18/09/2019 21:09

Grupo inglês confirma investimento em Estarreja para produzir 4x4
18/09/2019 19:41

A Madeira e um professor
18/09/2019 19:41

Bestinver reduz posição na Semapa de 7,13% para 4,9%
18/09/2019 19:14

Fed corta juros em 25 pontos
18/09/2019 19:01

Trump ordena aumentar sanções ao Irão
18/09/2019 19:01

António Costa agradece a Artur Neves e não o substitui. Eduardo Cabrita fica com a pasta
18/09/2019 18:11

Société Générale aumenta preço-alvo da Galp para 15,75 euros
18/09/2019 18:02

Xplor, lider em soluções Sage
18/09/2019 17:26

Finerge compra empresa portuguesa de eólicas
18/09/2019 16:25

Ryanair chega a acordo com ANA e já não fecha base de Faro
18/09/2019 15:34

Secretário de Estado da Proteção Civil demite-se
18/09/2019 14:53

Wall Street abre em queda antes de decisão da Fed
18/09/2019 14:37

JPMorgan prevê mais oito anos de taxas negativas na Europa
18/09/2019 14:00

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco