Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Ministra da Saúde admite revisão em baixa dos 38 milhões exigidos a privados
15/03/2019 20:50

A ministra da Saúde afirma que a ADSE "não pode desistir de cobrar" aos privados as regularizações de 2015 e 2016, mas admite que os valores que estão agora a ser discutidos possam baixar com a correção de "erros e incorreções".
O facto de se cobrarem as regularizações "não invalida que não haja um processo de trabalho sobre as ditas regularizações", afirmou Marta Temido no Parlamento, onde admitiu que este processo de correção da faturação passada "possa ser enviesado por erros e incorreções".
"É um processo que está em curso e que inicialmente alguns insistiam que não fosse totalmente respeitado", referiu, numa alusão à recusa inicial dos hospitais privados em participar no processo das regularizações.
A ministra confirmou que a ADSE pretende apresentar uma tabela com preços fechados e que, se assim for, as regularizações deixarão de ser necessárias no futuro.
Questionada sobre o que terá levado os grupos Mello Saúde e Luz Saúde a recuarem na sua ameaça de suspensão das convenções com a ADSE, a ministra procurou sustentar que não houve cedências, mas uma mera aproximação das partes.
"O que mudou? Que eu saiba o que mudou foi uma maior disponibilidade das partes para se entenderem. Não terá sido um recuo da parte de ninguém, apenas um melhor entendimento das balizas que temos todos de respeitar", respondeu Marta Temido.Sobre o eventual alargamento das inscrições da ADSE a pessoas com contrato individual de trabalho, um tema que está em discussão há três anos, e que poderia beneficiar os défices da ADSE, a ministra respondeu que não há uma decisão tomada.

António Costa defende relação com a China que já leva "mais de 500 anos"
24/03/2019 12:59

Bandeira de Portugal ao alto numa manifestação em Londres contra o Brexit
23/03/2019 18:32

PNR promete combater "invasão de refugiados" para ganhar um eurodeputado
23/03/2019 18:10

Movimento "Nascidos a 5 de julho" inspira-se na AD para combater o "imobilismo socialista"
23/03/2019 17:52

Administradores Hospitalares criticam dependência da Saúde face às Finanças
23/03/2019 16:32

Lei de Bases da Saúde: Marcelo chumba momento da discussão e defende "caminho sinusoidal"
23/03/2019 14:28

Bloco de Esquerda quer fim das taxas moderadoras: "Não se está a moderar nada!"
23/03/2019 13:24

Haitong regressa aos lucros e vai vender subsidiária irlandesa
23/03/2019 11:27

Corticeira Amorim abre nova fábrica nos Estados Unidos
23/03/2019 10:31

Já há memorando de entendimento para potencial fusão entre Sonae Sierra Brasil e Alliansce
22/03/2019 22:22

Remuneração de Mexia baixa em 2018 mas continua acima de dois milhões de euros
22/03/2019 21:12

Tentativa de golpe de Estado na Pharol abortada
22/03/2019 19:32

Grandes distribuidores e cervejeiras acusadas pela Concorrência de concertação de preços
22/03/2019 17:32

Fecho dos mercados: Fantasma da recessão assombra mercados mundiais
22/03/2019 17:26

Rei saudita lança programa de 20 mil milhões para embelezar Riad
22/03/2019 15:45

Contrato da semana: Seguro da frota automóvel da Infraestruturas de Portugal custa 450 mil euros
22/03/2019 15:07

CEO da TAP: "A partir de 2021 crescimento está comprometido"
22/03/2019 12:27

Klaus Regling: "Recente melhoria do 'rating' de Portugal é sinal de otimismo"
22/03/2019 11:50

Aumento de transporte de passageiros abranda em 2018
22/03/2019 11:33

TAP com prejuízos de 118 milhões em 2018
22/03/2019 10:21

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco