Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Quatro congressistas tentam evitar novo "shutdown"
11/02/2019 20:57

Quatro negociadores democratas e republicanos do Congresso dos EUA estão esta segunda-feira em Washington a tentar delinear um plano de financiamento da segurança fronteiriça que seja aprovada pelo Senado e pela Câmara dos Representantes e obtenha também luz verde do presidente, Donald Trump, a fim de se evitar um novo "shutdown".
 
A mais recente paralisação dos serviços públicos federais durou 35 dias, de 22 de dezembro a 18 de Janeiro, dia em que Trump e o Congresso chegaram a acordo para pôr fim ao "shutdown" pelo menos durante três semanas (até 15 de fevereiro).
 
O acordo foi conseguido através de um financiamento temporário que permitiu a normalização dos serviços públicos enquanto prosseguem as negociações sobre como garantir a segurança da fronteira dos EUA com o México.
 
Trump ameaçou impor novo "shutdown" a partir dessa data se não lhe derem o dinheiro que pretende para a construção do muro.
 
O chefe da Casa Branca pretende ver aprovado pelo Congresso (Senado e Câmara dos Representantes) um pacote de 5,7 mil milhões de dólares para o muro que quer construir ao longo da fronteira com o México.
 
Donald Trump tem continuado decidido a usar o seu poder de veto sobre qualquer lei de financiamento federal aprovada no Congresso que não contemple o dinheiro que pretende para o referido muro.
 
Uma possibilidade que surgiu entre os democratas foi a de dar a Trump a maior parte – ou mesmo a totalidade – do dinheiro que o presidente quer, mas que não pudesse ser usado na construção do muro. Ou seja, que contribuísse para reforçar a segurança na fronteira com o México, mas de outra forma: com a aposta em ferramentas tecnológicas, como drones e sensores, bem como com o destacamento de mais agentes da patrulha fronteiriça.
 
Mas o presidente dos EUA continua a dizer que quer esses fundos para construir o muro. E há duas semanas veio uma vez mais dizer que, por lei, recorrendo ao estado de emergência nacional, poderá fazê-lo.
 
Agora, prosseguem no Congresso conversações entre quatro negociadores de topo, com o país na expectativa de que possa haver novidades positivas – o último "shutdown" provocou avultadas perdas à economia norte-americana.

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco