Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Santana Lopes desafia direita para coligação pós-eleitoral
11/01/2019 12:21

O líder do partido Aliança, Pedro Santana Lopes, desafiou hoje os partidos que não apoiam o executivo socialista a formar um "acordo pós-legislativas" que derrote António Costa e viabilize um novo Governo."Neste ano eleitoral não podemos ignorar a realidade. Temos de derrotar a frente de esquerda e o Governo de António Costa", começou por dizer Santana Lopes na intervenção de abertura do segundo dia da primeira Convenção da Europa e da Liberdade, organizada pelo Movimento Europa e Liberdade (MEL).Para o concretizar, a "Aliança quer apresentar uma proposta simples, que os partidos que não estão envolvidos nessa solução inédita e de efeitos conhecidos no nosso país, admitam a constituição de uma grande aliança, um grande movimento de crescimento, liberdade e progresso".Neste movimento "devem estar os partidos mais tradicionais já existentes, os que já se constituíram e aqueles que estão, por ventura prometidos nascer", apontou.Para Santana Lopes, existiriam duas possibilidades, uma "coligação pré-eleitoral com base nos resultados das europeias", ou uma "coligação pós-eleitoral, com base nos resultados das eleições legislativas".A primeira "não recolhe a preferência da Aliança", destacou, apontando que, na sua opinião, também "não é viável no atual quadro por razões que parecem óbvias"."A opção que admitimos, ou seja, a de um acordo pós-legislativas pressupõe naturalmente o que parece muito difícil hoje em dia, mas que tem o nosso empenho. Que as forças do centro-direita assumam a vontade e o propósito de viabilizarem conjuntamente a formação de um Governo patriótico, que inicie um novo ciclo político, económico e social", assinalou.

Wall Street vai ter o melhor mês de junho dos últimos 50 anos. "Thank you, Mr. President!"
25/06/2019 23:05

Urgências para grávidas em Lisboa reforçadas com 26 médicos
25/06/2019 20:30

Tecnológicas estão a ir à sua carteira
25/06/2019 19:37

EDP vende 470 milhões de euros do défice tarifário
25/06/2019 19:37

Marcelo promulga decreto de execução orçamental com críticas a atrasos do Governo
25/06/2019 17:54

CTT em mínimos e queda da Sonae pressionam bolsa nacional
25/06/2019 16:42

Maior fundo soberano do mundo retira Walmart e Rio Tinto da "lista negra" de investimentos
25/06/2019 16:22

DHL Express abre primeira loja própria em Portugal para "aumentar rapidez" das entregas
25/06/2019 16:08

Como é que as sanções americanas estão a asfixiar a economia do Irão?
25/06/2019 15:21

Wall Street sem rumo aguarda pelas palavras de Powell
25/06/2019 14:36

Aumento dos preços das casas abranda para 9,2%
25/06/2019 11:04

Altran dispara mais de 20% e Capgemini mais de 8% após oferta de compra
25/06/2019 10:34

Abertura dos mercados: Tensões geopolíticas levam juros da Alemanha para novo mínimo e ouro para máx
25/06/2019 09:31

Estado paga até 6.500 euros a emigrantes que voltem a trabalhar em Portugal
25/06/2019 08:51

PSI-20 abre em queda pela segunda sessão
25/06/2019 08:09

Wall Street mexe pouco. Fed, Irão e China continuam a centrar atenções
24/06/2019 21:11

Trump impõe novas sanções ao Irão e líder supremo é atingido
24/06/2019 20:07

Especial sobre rendas de habitação amanhã no Negócios
24/06/2019 19:00

PSI-20 fecha no vermelho com Altri a afundar mais de 10% em ex-dividendo
24/06/2019 16:41

Governo culpa utentes pelos atrasos no Cartão de Cidadão
24/06/2019 16:23

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco