Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Os portugueses ficaram tristes porquê?
06-12-2018 19:43

Ora tendo Ronaldo ganho cinco Bolas de Ouro, feito apenas atingido por Messi, e tendo batido imensos recordes, deveríamos estar felicíssimos…
 
Ora, porque é que então ontem muitos ficaram tristes se Ronaldo conseguiu feitos que, infelizmente, muito provavelmente nunca nenhum português (ou mesmo nenhum terrestre) irá voltar a alcançar? Aliás, ontem Ronaldo obteve um grande feito pois, com 33 anos, ainda ficou em 2.º lugar, mesmo carregando o "peso brutal" na sua imagem de um hipotético crime (que esperemos não tenha cometido), e deixando Messi em 5.º lugar. E se o ano lhe continuar a correr bem a ele (e menos bem a Messi e a Modric), Ronaldo ainda poderá receber uma sexta Bola de Ouro aos 34 anos!
 
Não vale a pena dizer que foi o Real de Madrid que abusou do seu poder para conseguir que o eleito de ontem fosse um seu jogador (Modric) em vez do Ronaldo que já lá não joga. Até pode eventualmente ser verdade, mas nesse caso, também Messi e outros poderiam dizer que Ronaldo só ganhou os títulos individuais e de equipa por causa do poder do Real de Madrid. É melhor não irmos por aí…
 
A questão é que assumimos o que já temos como "garantido", e desvalorizamos isso, focando-nos apenas no que podemos vir ainda a alcançar. Se não o alcançamos, ficamos tristes, esquecendo-nos do muito de bom que já temos. A gestão da nossa felicidade passa por aí. Valorizar o que temos de bom, mesmo que já tenha sido alcançado, e não esquecer a felicidade que isso nos trouxe e ainda nos traz. Se apenas pensamos no que não temos, não conseguimos ser felizes.
 
Isto não quer dizer que não devemos ser exigentes e ambiciosos, connosco próprios e com os outros, e com o desenvolvimento do nosso país em diversas áreas. Não devemos acomodar-nos em relação a isso, pois há muito para melhorar. Mas se soubermos gerir melhor a nossa felicidade, conseguimos ser mais produtivos, ser mais saudáveis, ajudar mais os outros, e gerar boa-disposição nos outros, o que os pode também tornar mais felizes. E assim este círculo virtuoso pode ajudar Portugal a ser melhor…
 
Gestor e Docente Universitário
 
Artigo em conformidade com o novo Acordo Ortográfico

Abertura dos mercados: Acordo comercial China-EUA dá ânimo à Europa. Petróleo soma mais de 1%
12-12-2018 09:29

May luta contra oposição: "Estou preparada para terminar o meu trabalho"
12-12-2018 09:21

Sindicato dos estivadores prolonga greve
12-12-2018 09:21

May enfrenta prova de fogo. Partido avança com voto de (des)confiança
12-12-2018 08:02

CFO da Huawei paga fiança. Trump admite vir a intervir a favor de acordo comercial
12-12-2018 07:49

Dono do Minipreço diz estar prestes a refinanciar dívida
11-12-2018 19:03

Cedência chinesa nas tarifas automóveis estava a animar Wall Street. Mas tweet de Trump mudou tudo
11-12-2018 18:43

Fecho dos mercados: França penaliza euro e China anima dólar em dia de optimismo nas bolsas europeia
11-12-2018 17:36

Costa diz que paralisação dos enfermeiros "é um acto grave"
11-12-2018 16:10

Medidas de Macron custam 10 mil milhões. Défice sobe para 3,4%
11-12-2018 15:32

Bruxelas vai "seguir com atenção" impacto das medidas anunciadas por Macron
11-12-2018 15:07

Wall Street soma mais de 1% com cedência da China nas tarifas automóveis
11-12-2018 14:44

Time escolhe para personalidade do ano jornalistas que lutaram pela verdade
11-12-2018 13:47

FMI avisa que estão a reunir-se condições para a próxima crise financeira
11-12-2018 13:38

Acções Vista Alegre disparam quase 7%
11-12-2018 12:03

Abertura dos mercados: Europa recupera enquanto petróleo mantém queda
11-12-2018 09:29

Clientes de Madoff recuperaram 70% do investimento em 10 anos
11-12-2018 08:21

Bolsa nacional sobe e acompanha resto da Europa
11-12-2018 08:08

Brexit atirou Wall Street para mínimos de oito meses mas tecnológicas devolveram fôlego
10-12-2018 21:11

Aprovado Pacto (pouco) Global para as migrações que divide a Europa
10-12-2018 20:13

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco