Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

PCP não desiste da nacionalização definitiva do Novo Banco para ter apoio do PS
11/01/2017 19:01

O PCP não está disposto a desistir da ideia de uma nacionalização definitiva do Novo Banco, mesmo que isso implique o chumbo do projecto de resolução que recomenda isso mesmo ao Governo. O Parlamento vai discutir em breve um projecto de resolução do PCP já com um ano onde a Assembleia da República recomenda ao Governo a nacionalização "definitiva" do banco que resultou do fim do BES. Mas para que o projecto seja aprovado é necessário ter os votos do PS (o Bloco concorda com a nacionalização definitiva e a direita opõe-se à ideia).Esta quarta-feira, o jornal Público avançou que o PS ainda não tinha decidido como votaria este projecto e citava o líder parlamentar, Carlos César, a defender que se os comunistas fizessem "alterações significativas" ao mesmo, o PS poderia viabilizar o diploma. O objectivo era que estas alterações significativas permitissem tornar temporária a nacionalização, em vez de definitiva como está previsto no projecto. O PS não se opõe à ideia da nacionalização, mas recusa assumir o próximo passo: nova venda mais tarde ou ficar na esfera do Estado para sempre. Na TSF, o deputado comunista Miguel Tiago foi confrontado com esta questão. O jornalista perguntou-lhe se o PCP estaria disposto a deixar cair a palavra "definitiva" para ter o aval do PS à nacionalização.  "Tanto quanto me lembro [o projecto de resolução] não tem a palavra 'definitiva' mas é nesta perspectiva que foi apresentado", disse. O projecto, que pode ser consultado no site do Parlamento, diz preto no branco que o tipo de nacionalização que vai a votos é "definitiva". Ao Negócios, Miguel Tiago assume o lapso e clarifica a posição do PCP neste momento. "Está lá a palavra e não vamos tirar."O PCP conta discutir e votar no Parlamento o seu projecto no início de Fevereiro. O Governo está a negociar directamente com a Lone Star para tentar obter uma proposta melhorada que dispense a garantia pública. O processo de venda mantém-se, mas o ministro das Finanças, Mário Centeno, admite que a nacionalização é o plano B. Fora de questão está a liquidação do banco.

Portugal já pagou metade do empréstimo do FMI
20/02/2017 16:48

Lone Star está "confiante no futuro" do Novo Banco e "optimista" em relação a Portugal
20/02/2017 15:27

Juncker de saída? Bruxelas também já fala em "fake news"
20/02/2017 15:04

Trás-os-Montes: Australianos confirmam uma das maiores reservas de lítio da Europa
20/02/2017 13:19

Lisnave reparou menos 40 navios em 2016
20/02/2017 13:14

Portugal gera excedente externo pelo quinto ano
20/02/2017 12:50

Estrangeiros representam 14% dos alunos da Universidade do Porto
20/02/2017 12:50

RBS dispara para máximos de um ano após cancelar venda do Williams & Glyn
20/02/2017 12:00

Banco de Portugal confirma negociações exclusivas com a Lone Star
20/02/2017 11:46

Corticeira Amorim terá fechado 2016 com lucros acima dos 100 milhões
20/02/2017 10:36

Uniplaces: Universitários gastam 415 euros por mês em alojamento
20/02/2017 09:51

IMF ? Euro/Zloty respeita intervalo de lateralização
20/02/2017 09:39

Unilever e Kraft afundam após fim da oferta
20/02/2017 08:35

Expedia duplica instalações e Amazon expande actividade no Reino Unido
20/02/2017 00:36

Sondagem: 70% aplaudem integração de precários na Função Pública
20/02/2017 00:05

Jerónimo: Sem PCP, PS nunca adoptaria medidas e avanços conquistados
19/02/2017 23:03

Terrorismo na Suécia? Trump diz que viu na Fox
19/02/2017 22:40

Marques Mendes: Comunicado de Marcelo "matou politicamente Centeno"
19/02/2017 21:02

Marques Mendes: Americanos propõem injectar 1.000 milhões no Novo Banco
19/02/2017 21:02

Ferro Rodrigues considera "absurdo" criar outra comissão sobre a Caixa
19/02/2017 13:33

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco