Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Investidores internacionais asseguraram 90% da emissão de dívida
11/01/2017 18:12

O Estado deu o pontapé de saída no programa de financiamento para 2017 com a emissão sindicada de três mil milhões de euros a dez anos. Cerca de 90% dos títulos ficaram nas mãos de investidores internacionais, segundo um comunicado divulgado pela agência que gere o crédito público, o IGCP. O Tesouro pagou uma taxa de 4,227% nesta operação - a mais alta em emissões desde Fevereiro de 2014 - e a taxa de cupão foi de 4,125%.
A entidade liderada por Cristina Casalinho explicou nesse documento que "tirando partido da forte reabertura do mercado primário em euros em 2017, o IGCP decidiu avançar com uma nova Obrigação do Tesouro de referência com maturidade em 14 de Abril de 2027". O IGCP revela que o livro de ordens ficou acima de 8,5 mil milhões de euros.
Os investidores franceses, italianos e espanhóis asseguraram a maior parte da emissão. Este grupo absorveu 34,7% da operação. Já os investidores do Reino Unido ficaram com 26% da colocação. Os portugueses ficaram com uma proporção de 10,3%, segundo os dados do IGCP.
Já as gestoras de activos foram o tipo de investidor com maior participação na emissão, que foi feita com recurso a um sindicato bancário. Ficaram com 50,2% dos novos títulos. As instituições bancárias absorveram 24,6% e os fundos de pensões/seguradoras ficaram com 10,8%.
Também os "hedge funds", investidores que tendem a ser mais especulativos e a terem um prazo de investimento mais curto, participaram na emissão. Ficaram com 8,9% das novas obrigações.

Altice confirma "interlocuções exploratórias" para comprar Media Capital
25/06/2017 22:12

Renovação da cúpula do Banco de Portugal avança
25/06/2017 18:32

Itália aprova pacote de 17 mil milhões para resgatar a banca
25/06/2017 17:57

Como a TAP aplicou a pintura "retro" ao Airbus A330-300 em 72 segundos
25/06/2017 17:42

Óbito/Miguel Beleza: Cerimónias fúnebres adiadas para 2.ª e 3.ª feira
24/06/2017 22:54

Miguel Beleza: Corpo em câmara ardente na igreja do Campo Grande no domingo
24/06/2017 18:46

Portugal nas meias-finais da Taça das Confederações
24/06/2017 17:51

Sessenta e três habitações foram "profundamente" afectadas com incêndio de Pedrógão
24/06/2017 13:21

Manuel Pinho: "Um absoluto disparate" as suspeitas de corrupção
24/06/2017 10:46

Pedrógão Grande: Presidente pede "convergências entre partidos políticos"
24/06/2017 10:05

Wall Street sobe à boleia das tecnológicas e energéticas
23/06/2017 21:25

Realizadas novas buscas no Universo Espírito Santo
23/06/2017 20:10

Tesco aumenta salários dos funcionários das lojas em 10,5% nos próximos dois anos
23/06/2017 19:10

Equipas multigeracionais e multiculturais: como fazer desta nova realidade uma vantagem competitiva?
23/06/2017 18:32

Estados árabes exigem ao Qatar fecho da Al Jazeera e redução de relações com o Irão
23/06/2017 17:40

Discovery Capital reforça posição na Pharol para 5,14%
23/06/2017 17:33

Fecho dos mercados: Petróleo recupera, bolsas em queda
23/06/2017 17:23

Marcelo marca presença em conferência do Forum para a Competitividade
23/06/2017 16:37

Oi arranca na segunda-feira com programa para acordo com pequenos credores
23/06/2017 15:08

Agência do Medicamento: Governo admite que "do ponto de vista interno" Porto é a melhor opção
23/06/2017 15:01

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco