Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Investidores internacionais asseguraram 90% da emissão de dívida
11-01-2017 18:12

O Estado deu o pontapé de saída no programa de financiamento para 2017 com a emissão sindicada de três mil milhões de euros a dez anos. Cerca de 90% dos títulos ficaram nas mãos de investidores internacionais, segundo um comunicado divulgado pela agência que gere o crédito público, o IGCP. O Tesouro pagou uma taxa de 4,227% nesta operação - a mais alta em emissões desde Fevereiro de 2014 - e a taxa de cupão foi de 4,125%.
A entidade liderada por Cristina Casalinho explicou nesse documento que "tirando partido da forte reabertura do mercado primário em euros em 2017, o IGCP decidiu avançar com uma nova Obrigação do Tesouro de referência com maturidade em 14 de Abril de 2027". O IGCP revela que o livro de ordens ficou acima de 8,5 mil milhões de euros.
Os investidores franceses, italianos e espanhóis asseguraram a maior parte da emissão. Este grupo absorveu 34,7% da operação. Já os investidores do Reino Unido ficaram com 26% da colocação. Os portugueses ficaram com uma proporção de 10,3%, segundo os dados do IGCP.
Já as gestoras de activos foram o tipo de investidor com maior participação na emissão, que foi feita com recurso a um sindicato bancário. Ficaram com 50,2% dos novos títulos. As instituições bancárias absorveram 24,6% e os fundos de pensões/seguradoras ficaram com 10,8%.
Também os "hedge funds", investidores que tendem a ser mais especulativos e a terem um prazo de investimento mais curto, participaram na emissão. Ficaram com 8,9% das novas obrigações.

Brasil põe à venda ou concessiona mais meia centena de projectos
23-08-2017 23:30

Angolanos escolheram sem sobressaltos sucessor de Eduardo dos Santos
23-08-2017 22:31

Trump fê-lo outra vez: Nova Iorque em baixa com declarações do presidente
23-08-2017 21:01

Primeiro avião com a marca TAP Air Portugal é um A330 e chama-se D. Maria II
23-08-2017 19:50

SEF desconvoca greve após compromisso do Governo na contratação de 100 inspectores
23-08-2017 19:29

Sonae reduz lucro em 4,4% até Junho e cria 2 mil postos de trabalho
23-08-2017 18:57

Fecho dos mercados: Trump pressiona bolsas antes de Jackson Hole. Euro acima de 1,18$
23-08-2017 17:23

Impresa estará a ponderar fechar a revista Visão
23-08-2017 16:54

"Trump causou-me arrepios". Hillary revela pormenores da campanha em livro
23-08-2017 15:56

Sporting favorito a passar à fase de grupos da Champions e a garantir 12,7 milhões
23-08-2017 14:46

Reunião entre Bloco e Governo adiada para a próxima semana
23-08-2017 13:37

Draghi admite dificuldades do BCE em lidar com novas realidades
23-08-2017 12:24

WPP reviu indicadores em baixa. Acções caem mais de 10%
23-08-2017 11:14

O Brasil vai virar semipresidencialista ou parlamentar?
23-08-2017 09:57

Indústria da Zona Euro dá sinais de forte crescimento em Agosto
23-08-2017 09:30

Ryanair admite estudar compra da Air Berlin
23-08-2017 00:16

Expectativa de avanço de reformas dá luz verde a bolsas em Nova Iorque
22-08-2017 21:01

PSD acusa Governo de tentar esconder plano consensualizado de obras públicas
22-08-2017 19:07

Fecho dos mercados: Mineiras puxam pelas bolsas. Juros interrompem descidas. Dólar ganha força
22-08-2017 17:26

Income Fund of America passou a deter participação qualificada na EDP
22-08-2017 17:19

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco