Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Panasonic prevê prejuízos recorde de 7,8 mil milhões de euros
03/02/2012 07:17

A nipónica Panasonic anunciou hoje que deverá fechar o ano fiscal com um prejuízo de 780 mil milhões de ienes (7,8 mil milhões de euros), a perda mais elevada de sempre, que ilustra as dificuldades das companhias de bens de consumo electrónico do país.

Em Outubro a empresa estimava resultados líquidos negativos de 420 mil milhões de ienes (4,2 mil milhões de euros). A previsão para o ano que termina em Março é a maior de sempre da empresa com quase 100 anos de história (foi fundada em 1918).

A Panasonic é a maior produtora de televisões plasma e, tal como as suas congéneres nipónicas, está a atravessar uma fase difícil, citando a alta do iene, as inundações na Tailândia e a quebra na procura mundial. A Panasonic foi obrigada a cancelar a produção em três fábricas na Tailândia, depois do país ter sido afectado pelas piores cheias em 70 anos.

A Sony elevou ontem o montante de previsão de prejuízos para o ano actual, para um valor acima de 2 mil milhões de euros, e a Sharp também fechará o ano no vermelho.

As vendas de televisões LCD este ano deverão ter totalizado 206 milhões de unidades no ano passado, um crescimento de 8% mas que aquém das estimativas que apontavam para 211 milhões de unidades.



Na China, não há directiva que trave os "research"
23/11/2017 20:37

Schäuble proíbe tweets nas sessões plenárias do Bundestag
23/11/2017 19:23

BPI encaixa 222 milhões com vendas de seguros e fundos ao CaixaBank
23/11/2017 18:48

Bruxelas "barra" candidatura de cidades britânicas a capital europeia da cultura
23/11/2017 18:06

Parlamento aperta tecto das cativações em 142 milhões
23/11/2017 17:22

Infarmed: PCP quer vontade e direitos dos trabalhadores "integralmente" assegurados
23/11/2017 16:53

Indústria farmacêutica não comenta mudança do Infarmed para o Porto
23/11/2017 16:36

CEO do JPMorgan acredita que Trump não vai ser reconduzido para um segundo mandato
23/11/2017 16:24

Mugabe trocou resignação por imunidade e protecção
23/11/2017 16:11

BCP faz "roadshow" para se financiar em 300 milhões
23/11/2017 16:00

PSD critica "perdão para os bancos"
23/11/2017 15:33

Governo português baixou carga fiscal e alinhou-a com OCDE em 2016
23/11/2017 14:12

"Paciência e persistência" levaram BCE a estender compra de activos, apesar do corte
23/11/2017 13:18

Sonae investe milhões em empresa alemã de segurança na "cloud"
23/11/2017 11:58

Schulz admite apoiar governo minoritário de Merkel
23/11/2017 11:13

Administração da Oi aprova mudanças no plano de recuperação
23/11/2017 11:07

Zona Euro: Actividade das empresas supera previsões com contratações em máximos de 17 anos
23/11/2017 10:04

O Negócios faz 20 anos e preparámos uma edição especial para si
23/11/2017 09:59

Agências de viagens acusam companhias aéreas de aplicar "taxas discriminatórias"
23/11/2017 09:41

FT: Altice quer vender negócio na República Dominicana para reduzir dívida
23/11/2017 09:28

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco